Cem palavras

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Cem palavras

Postby azert » 22 Nov 2008 15:20

Digamos cem, cem palavras... serão assim tantas?, pensava ela enquanto jantavam em frente do televisor, Cem palavras já chegavam para cortar este silêncio. O homem cortava a broa em fatias, a qual se esboroava sob o gume rombo da faca.
Em frente ao televisor ou ao jornal, o ruído das palavras públicas ocultando a ausência de palavras privadas.
Ela pousou a colher cheia de sopa de letras no prato e, numa corrida breve e veloz, rasgou a cortina da janela da cozinha e a do silêncio entre os esposos, com uma eloquente onomatopeia em queda livre. Ele, ficou sem palavras.


<!--coloro:#696969--><!--/coloro-->Encontrei este texto numa pasta poeirenta, escrito a propósito de um qualquer ido desafio, cuja regra era o texto ter 100 palavras. Un petit divertissement!<!--colorc--><!--/colorc--> :stu: :mrgreen4nw:
Image Image

Lord Wimsey
Dicionário
Posts: 548
Joined: 29 Nov 2005 21:01
Location: Aveiro
Contact:

Re: Cem palavras

Postby Lord Wimsey » 22 Nov 2008 15:39

"Ele, ficou sem palavras."? ele, PAUSA RESPIRA CALMA NÃO TEM PRESSA ISSO AGUENTA MAIS UM BOCADO MUITO BEM, PRONTO JÁ PODES ficou sem palavras?
virgulas entre sujeitos e predicados, as minhas favoritas :mrgreen4nw:

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Cem palavras

Postby azert » 22 Nov 2008 15:55

As vírgulas vão para onde as mandam, ignorantes de quem têm por vizinhos! :devil:
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Cem palavras

Postby Pedro Farinha » 24 Nov 2008 00:01

Sim a virgula está mal colocada, so what ?

Mas o texto está bastante bom. Gostei especialmente da dialéctica palavras privadas vs palavras públicas.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Cem palavras

Postby Samwise » 24 Nov 2008 17:05

azert wrote:Ela pousou a colher cheia de sopa de letras no prato e, numa corrida breve e veloz, rasgou a cortina da janela da cozinha e a do silêncio entre os esposos, com uma eloquente onomatopeia em queda livre. Ele, ficou sem palavras.


:lol2: Boa forma de quebrar o silêncio. Momentaneamente, pelo menos...

É um texto apropriado para enfiar no tal desafio. Divertido e meio tonto.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

gajomailindo
Brochura
Posts: 42
Joined: 18 Dec 2008 20:13
Location: uma cidade pimba
Contact:

Re: Cem palavras

Postby gajomailindo » 18 Dec 2008 23:30

A gaja "amandou"-se!
"Que-ré-do"!

:blink:

Valha-te deus!

:see_stars:

Qu'ind'acertas num transeunte!

:huh:
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Sed nulla purus, ultrices at, imperdiet in, faucibus eget, lacus. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nunc egestas ullamcorper diam. Nulla est nisi, placerat ut, accumsan non, varius eu, pede.

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Cem palavras

Postby azert » 19 Dec 2008 11:28

:mrgreen4nw:
Image Image


Return to “azert”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron