Ficção Cientifica ou Realidade?

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 08 Sep 2008 18:06

É uma notícia reconfortante, esta de que as experiências geradas por esta maquineta podem eclipsar a terra de um momento para o outro. Os portugueses vão deixar de sentir os efeitos da crise, dirá o Socrates...

http://www.jornaldigital.com/noticias.php?noticia=16341

Por mais negras que sejam as previsões negativistas, não consigo ler a notícia sem me desatar a rir.

Num futuro distante, quando uma raça alienígena investigar o aparecimento de um pequeno buraco negro no espaço, um cientista há-de dizer para outro: "Aparentemente, extinguiram-se a eles próprios aquando de uma experiência científica relativamente inofensiva...".

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Thanatos » 08 Sep 2008 18:27

Samwise wrote:É uma notícia reconfortante, esta de que as experiências geradas por esta maquineta podem eclipsar a terra de um momento para o outro. Os portugueses vão deixar de sentir os efeitos da crise, dirá o Socrates...

http://www.jornaldigital.com/noticias.php?noticia=16341

Por mais negras que sejam as previsões negativistas, não consigo ler a notícia sem me desatar a rir.

Num futuro distante, quando uma raça alienígena investigar o aparecimento de um pequeno buraco negro no espaço, um cientista há-de dizer para outro: "Aparentemente, extinguiram-se a eles próprios aquando de uma experiência científica relativamente inofensiva...".

Sam


Ai, ai estas notícias, estas notícias. Fica descansado Samwise que as coisas também não são bem assim. Antes do mini-buraco negro será provável que a investigação dos nanorobots crie uma vaga de grey matter que submerja todo o planeta decompondo-o em átomos. :devil2:

Essa tua última parte do post lembrou-me Amused to Death do Roger Waters. Conheces?

They ran down every lead
They repeated every test
They checked out all the data on their lists
And then the alien anthropologists
Admitted they were still perplexed
But on eliminating every other reason
For our sad demise
They logged the only explanation left
This species has amused itself to death
No tears to cry no feelings left
This species has amused itself to death
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 08 Sep 2008 20:23

Não conhecia, mas a associação é feliz... :smile:

O Roger Waters é aquele vocalista que se separou dos Pink Floyd, certo? (o tal que tinha um parafuso a menos...)

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 08 Sep 2008 20:26

Os cientistas envolvidos nesta experiência, a maior de sempre, já foram alvos de ameaças de morte, devido ao alegado possível risco de causarem o fim do mundo.


Se o objectivo deles for causar o fim do mundo, devem-se estar mesmo é a marimbar para as ameaças de morte... :biggrin:

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Thanatos » 08 Sep 2008 20:55

Samwise wrote:Não conhecia, mas a associação é feliz... :smile:

O Roger Waters é aquele vocalista que se separou dos Pink Floyd, certo? (o tal que tinha um parafuso a menos...)

Sam


Sim, separou-se dos Pink Floyd, mas o que tinha um parafuso a menos era o Syd Barrett :biggrin:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Jorge dos Santos
Encadernado a Couro
Posts: 402
Joined: 14 Aug 2008 10:33
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Jorge dos Santos » 08 Sep 2008 21:35

Thanatos wrote:
Samwise wrote:Não conhecia, mas a associação é feliz... O Roger Water é aqele vocalista que se separou dos Pink Floyd, certo? (o tal que tinha um parafuso a menos...)
Sam

Sim, separou-se dos Pink Floyd, mas o que tinha um parafuso a menos era o Syd Barrett :biggrin:


O Roger Waters era aquele que andava a bater com a cabeça na "Parede"... :wink:
Saudações sinceras,
Jorge dos Santos

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 10 Sep 2008 18:36

A maquineta do fim-do-mundo já começou a reclamar vítimas:

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2008/09/...g-548160324.asp

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Sharky
Edição Única
Posts: 4587
Joined: 19 Jun 2008 00:04
Location: Margem Sul
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Sharky » 10 Sep 2008 19:02

Samwise wrote:A maquineta do fim-do-mundo já começou a reclamar vítimas:

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2008/09/...g-548160324.asp

Sam


:blink:
É melhor começarmos a ler os livros todos, pelo sim pelo não mais vale jogar pelo seguro :biggrin:

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby azert » 10 Sep 2008 19:57

"No leste da Índia, milhares de pessoas correram aos templos para rezar, enquanto outros saboreavam seus pratos preferidos, à espera do fim do mundo." o globo

Eu cá optaria pela segunda hipótese! :mrgreen4nw:
Image Image

User avatar
Jorge dos Santos
Encadernado a Couro
Posts: 402
Joined: 14 Aug 2008 10:33
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Jorge dos Santos » 10 Sep 2008 20:25

Samwise wrote:A maquineta do fim-do-mundo já começou a reclamar vítimas:
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2008/09/...g-548160324.asp


Isto não é uma notícia. É uma palhaçada e uma especulação infantil.
Se uma filha minha se suicidasse por tê-la violado também era melhor arranjar um bode espiatório, fosse ele um Big Bang, um McCann, uma Coca-Cola, ou um hamburguer do McDonalds.

Baaa... :joker:
Saudações sinceras,
Jorge dos Santos

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 11 Sep 2008 10:40

Jorge dos Santos wrote:
Samwise wrote:A maquineta do fim-do-mundo já começou a reclamar vítimas:
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2008/09/...g-548160324.asp


Isto não é uma notícia. É uma palhaçada e uma especulação infantil.
Se uma filha minha se suicidasse por tê-la violado também era melhor arranjar um bode espiatório, fosse ele um Big Bang, um McCann, uma Coca-Cola, ou um hamburguer do McDonalds.

Baaa... :joker:


Quanto ao caso particular do suicídio, tudo é possível - objectivo: atingir o máximo de aproveitamento mediático relacionando a situação com as experiências da maquineta. Mas quanto à situação do estado de histeria generalizada, com rezas e últimas refeições pelo meio, já não digo nada. Esta situação faz-me lembrar as previsões de alguns teoristas da Ficção Científica, que nos seus livros expõem fenómenos de extremismo social quando situações de avanços tecnológicos inéditos jogam com uma parte incerta das crenças da humanidade. E estou-me a lembrar do "Contact" de Carl Sagan... e do "Nightfall" de Asimov/Silverberg, embora em contextos diferentes...

Quanto às "experiências" realizadas ontem, eis um resumo, conforme o DN (http://dn.sapo.pt/2008/09/11/ciencia/ma ... encia.html):

«Mais um grande salto da ciência

Física. O maior acelerador do mundo, o 'LHC', funcionou ontem pela primeira vez, criando grande entusiasmo na comunidade científica. A máquina permitirá alargar as fronteiras do saber.

Para os físicos europeus, este foi um dia "histórico"

Na realidade, não aconteceu nada de espectacular. A máquina foi simplesmente ligada e, como se previa, houve uns sinais nos monitores e um silêncio. O maior acelerador mundial de partículas, o Large Hadron Collider (LHC) iniciou ontem desta forma quase invisível a mais ambiciosa experiência científica jamais tentada. Portugal está muito activo no projecto científico europeu.

Nas semanas anteriores, os adversários da iniciativa tinham anunciado que esta seria a máquina do fim do mundo, devido ao alegado risco de se formar um minúsculo buraco negro que, ao crescer, ia engolir o planeta. O medo assenta em mitos da cultura popular, tendo havido inclusivamente ameaças a alguns dos cientistas envolvidos no projecto, os quais repetiam que se tratava de um disparate. E tinham razão: o leitor está a ler este texto.

A gigantesca infra-estrutura enterrada a cem metros de profundidade, junto da fronteira franco-suíça, tem forma de anel, 27 quilómetros de comprimento e um custo de quatro mil milhões de euros. O LHC levou 12 anos a construir. Ontem, no seu interior, pouco passava das 08.30, hora de Lisboa, foi disparado um feixe de protões num dos sentidos do arco. As partículas foram aceleradas até quase à velocidade da luz, em contexto superfrio.

Colocar a temperatura ambiente a 271 graus negativos, acelerar os protões com ímanes e saber que eles estavam a passar em cada um dos pontos com detectores, numa precisão microscópica, foi um enorme desafio tecnológico, não apenas da ciência, mas também da engenharia. Ao fim da manhã, ao constatarem o êxito da primeira experiência realizada, cientistas de todo o mundo puderam abrir as suas garrafas de champanhe, nos laboratórios onde seguiam os acontecimentos. "Um dia histórico", resumiu Robert Aymar, o director do CERN (Centro Europeu de Investigação Nuclear), que organizou a construção da máquina e que agora voltou a liderar, a nível mundial, a investigação científica na competitiva área da física de partículas.

Cinco horas depois da primeira experiência, pelo longo anel do LHC passou um novo feixe de protões, desta vez em sentido contrário. Novo sucesso, com todos os detectores a funcionarem. A máquina corresponde ao esperado. As aplicações da tecnologia que exigiu poderão ser vastas. A World Wide Web, que todos os internautas usam de forma quotidiana, é aliás um produto concebido no CERN.

O LHC irá, nas próximas semanas, proceder a uma colisão de dois feixes de protões viajando em sentidos opostos. O choque libertará energias mais elevadas do que nos aceleradores antigos. Isso permitirá constatar a presença de partículas de matéria prevista em teoria, nomeadamente no chamado modelo-padrão, que explica 5% do universo.

Além da busca daquilo a que alguns chamam a "partícula de Deus", o enigmático bosão de Higgs, a menor partícula da matéria, a máquina permitirá recriar as condições do universo pouco depois do Big Bang, há 13,7 mil milhões de anos. Os cientistas procuram também compreender os segredos de forças até agora misteriosas. Há outras dimensões, além das que percebemos? E onde está a anti-matéria? E que energia empurra o universo numa expansão eterna?

"Não temos ideia sobre 95% do universo"

Entrevista com Gaspar Barreira, presidente do LIP

Como é a participação portuguesa nesta experiência?

Portugal está no CERN desde 1985 e participou na construção desta máquina e dos detectores associados. O meu laboratório [Laboratório de Instrumentação e Física de Partículas, LIP] está ligado à construção e às duas maiores das quatro experiências [CMS e Atlas]. Há 20 engenheiros portugueses permanentemente no CERN. Mas tivemos contribuição de 250 engenheiros por ano. Além da contribuição científica, a indústria nacional teve enormes contratos. A nossa contribuição teve pois três componentes: de indústria, cientistas e engenheiros.

Em que consistiu a experiência realizada hoje [ontem]?

Foi feito o ensaio geral da máquina, sendo injectado um feixe de protões. A experiência decorreu entre as 08.30 e 09.30, hora de Lisboa, e foi um enorme sucesso. O feixe atravessou todos os detectores e os resultados estão online. A máquina demonstrou que funciona. Nas próximas semanas, serão injectados dois feixes, que irão colidir. Uma vez injectado o segundo feixe, a máquina produzirá resultados de física.

E que resultados esperam?

Esperamos poder confirmar o modelo- -padrão. Há só uma partícula que ainda não apareceu, o bosão de Higgs, que não era acessível às máquinas anteriores. Das duas uma: ou a encontramos e o modelo padrão confirma-se, ou temos um problema. Mas repare que este modelo diz respeito a apenas 5% do universo. Existe, por exemplo, a matéria escura, que diz respeito a 25% do universo e que ainda não detectámos. Sabemos que o universo está em expansão e percebemos que essa expansão acelera. Ou seja, existe energia escura, que corresponde a 70% do universo. Para 5% do nosso universo temos explicação, mas sobre 95% não fazemos ideia.

Quais são as aplicações práticas?

Há vários planos, mas [é importante] a motivação científica. É uma etapa necessária, avançarmos com o conhecimento básico da natureza. Em segundo lugar, [para se chegar aqui] é necessário desenvolver meios tecnológicos. No domínio da supercondutividade, por exemplo, pois os feixes são alinhados com a precisão de mícrones. As tecnologias de supercondutores interessam para os futuros meios de transporte. Mas algumas tecnologias têm aplicações na medicina. E também há tecnologias de informação.

Quanto custou isto a Portugal?

A máquina foi construída com o orçamento corrente do CERN. O custo rondou quatro mil milhões de euros e o contributo dos países tem a ver com o produto interno de cada um. Portugal contribui com 1,2% do orçamento do CERN, ou seja, oito milhões de euros por ano. Depois foram construídos os detectores, pagos pelo CERN e pelos institutos, como o LIP. O volume de negócios do sector industrial foi superior à contribuição portuguesa.»


-----------

O que eu acho piada nisto tudo é que ainda há gente a dizer que "como se verifica, nada de mal sucedeu, pois ainda estamos todos vivo"...

Pois é, mas o facto é que ainda não houve nenhuma experiência de colisão de partículas, as tais que vão gerar um mini-Big-Bang... :devil2:

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Thanatos » 11 Sep 2008 11:04

Samwise wrote:(...)O que eu acho piada nisto tudo é que ainda há gente a dizer que "como se verifica, nada de mal sucedeu, pois ainda estamos todos vivo"...

Pois é, mas o facto é que ainda não houve nenhuma experiência de colisão de partículas, as tais que vão gerar um mini-Big-Bang... :devil2:

Sam


Não te conhecia essa faceta de Cavaleiro do Apocalipse ou Profeta da Desgraça. Lembras-me o outro que levou umas 200 pessoas para um cemitério numa certa noite porque segundo ele e os seus cálculos (baseados nos textos da Bíblia, note-se) o fim do mundo seria naquela data (precisamente à meia-noite, pois claro... mesmo com a maçada dos fusos horários tem sempre outro impacto a meia-noite :devil2:). Como é óbvio nada aconteceu a não ser algumas constipações por apassarem a noite ao relento no meio tas tumbas. Mas ele relegou-se à sua insignificância. Claro que não! Anunciou que se tinha enganado nos cálculos e marcou o fim do mundo para daí a umas semanas... e não é que voltaram a aparecer as pessoas?

Não sei o que é mais interessante, se a experiência do LHC, se a capacidade humana inata de fazer de tudo um caso de histeria colectiva. :biggrin: À sua maneira também é uma experiência social. Sempre me intrigou a estrutura mental do pessoal em Jonestown...
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 11 Sep 2008 11:12

Longe de mim tal ideia.

Só estava a evidenciar um facto. É um bocado idiota dizer-se que "tal como se vê, não havia nada com que nos preocuparmos", se ainda *não houve experiência nenhuma*.

De resto, não me vês aí a passear na avenida trajado de monge e cartaz ao ombro: "O fim está próximo!"

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Thanatos » 11 Sep 2008 11:19

Samwise wrote:De resto, não me vês aí a passear na avenida trajado de monge e cartaz ao ombro: "O fim está próximo!"

Sam



A dizer a verdade não te tenho visto ultimamente, sei lá eu :devil2:

Mas olha às vezes acertam. Lembras-te do Prophet of Doom no início da mini-série The Stand? O gajo tinha razão coitado. Já chegou foi tarde. :tongue:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Ficção Cientifica ou Realidade?

Postby Samwise » 11 Sep 2008 11:37

Thanatos wrote:Mas olha às vezes acertam. Lembras-te do Prophet of Doom no início da mini-série The Stand? O gajo tinha razão coitado. Já chegou foi tarde. :tongue:


Sim, um tipo com uns três metros de altura e que abanava uma sineta para chamar as atenções...

De resto só vim mesmo essa primeira parte. O resto da série não tive paciência para descarr... para ver.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Geral”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron