Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 05 Apr 2010 18:58

Thanatos wrote: Até já analisam outros filmes laterais ao tema. :P


É um dos prazeres secretos destes ciclos. :mrgreen: As comparações e os paralelos enriquecem as perspectivas. E estou farto de conhecer obras estupendas à conta disto - filmes que não planeava ver e que por vias travessas acabam por se tornar prioritários.

Acabei por ficar contente com a escolha final dos títulos do ciclo. Na altura foi bastante difícil cortar fora alguns títulos.

Tenho de acabar de ver o filme desta semana, para ver se inicio o tópico. ;)
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby annawen » 06 Apr 2010 01:33

Samwise wrote:Gostei muito da primeira série do Leage (da segunda nem tanto - aquela que parodia o War of the Worlds). As personagens foram todas alteradas em relação ao material original de onde provieram e o Hyde é das mais divertidas, em conjunto com o Homem Invisível. Em relação ao material do Moore não posso comparar grandemente porque só conheço outras duas obras, o Watchmen e o V, mas em termos de "simples" BD está acima de tanta coisa...


Tens que ler o "From Hell".

Sabes porque não gostei e só comprei o primeiro? Das personagens. São todas desagradáveis, com excepção do Quatermain. Também não gosto dos desenhos.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 06 Apr 2010 10:56

annawen wrote:
Samwise wrote:Gostei muito da primeira série do Leage (da segunda nem tanto - aquela que parodia o War of the Worlds). As personagens foram todas alteradas em relação ao material original de onde provieram e o Hyde é das mais divertidas, em conjunto com o Homem Invisível. Em relação ao material do Moore não posso comparar grandemente porque só conheço outras duas obras, o Watchmen e o V, mas em termos de "simples" BD está acima de tanta coisa...


Tens que ler o "From Hell".


Tu e o Thanatos volta e meia falam nele. Da próxima vez que passar numa Fnac vou ver de que trata... (bom, eu sei de que é que trata, mas vou sentir-lhe o gosto. ;) )

Sabes porque não gostei e só comprei o primeiro? Das personagens. São todas desagradáveis, com excepção do Quatermain. Também não gosto dos desenhos.


Eu gostei das personagens e dos desenhos. A conjugação do traço artístico com as personalidades foi adequada. Mas reconheço que tem um travo bastante sórdido (e sádico) na maneira como apresenta o humor e como altera os padrões comportamentais originais das personagens - eu gostei, mas percebo o desagrado.

----

Voltando ao Jeckyll e ao Hyde: repararam que o Mr. Hyde vai "envelhecendo" à medida que o filme se aproxima do final? Na primeira vez que ele aparece o seu rosto é bastante jovial, e na última já apresenta marcas vincadas de degeneração física.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby annawen » 06 Apr 2010 12:52

Samwise wrote:Voltando ao Jeckyll e ao Hyde: repararam que o Mr. Hyde vai "envelhecendo" à medida que o filme se aproxima do final? Na primeira vez que ele aparece o seu rosto é bastante jovial, e na última já apresenta marcas vincadas de degeneração física.


Dessa parte não me lembro. Lembro-me é de reparar que o Jekyll ir ficando com olheiras cada vez maiores. Mas também com tanto stress...

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby MAGG » 07 Apr 2010 01:36

annawen wrote:
Samwise wrote:Voltando ao Jeckyll e ao Hyde: repararam que o Mr. Hyde vai "envelhecendo" à medida que o filme se aproxima do final? Na primeira vez que ele aparece o seu rosto é bastante jovial, e na última já apresenta marcas vincadas de degeneração física.


Dessa parte não me lembro. Lembro-me é de reparar que o Jekyll ir ficando com olheiras cada vez maiores. Mas também com tanto stress...


Eu associei mais ao efeito que certos químicos têm na constituição física de uma pessoa. :whistle:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 07 Apr 2010 09:47

MAGG wrote:
annawen wrote:
Samwise wrote:Voltando ao Jeckyll e ao Hyde: repararam que o Mr. Hyde vai "envelhecendo" à medida que o filme se aproxima do final? Na primeira vez que ele aparece o seu rosto é bastante jovial, e na última já apresenta marcas vincadas de degeneração física.


Dessa parte não me lembro. Lembro-me é de reparar que o Jekyll ir ficando com olheiras cada vez maiores. Mas também com tanto stress...


Eu associei mais ao efeito que certos químicos têm na constituição física de uma pessoa. :whistle:


Tudo muito certo, excepto num pormenor: o Jeckyll continua "normal", mesmo com o stress e mesmo com os químicos no organismo. É só o Hyde que se deteriora.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
MAGG
Livro Raro
Posts: 2010
Joined: 11 Sep 2009 13:26
Location: Mar de Dentro ...
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby MAGG » 07 Apr 2010 22:24

Ainda me faltam os 30 m ... :whistle:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 08 Apr 2010 22:34

Um exemplo:

Image

Não são só as olheiras, é a desfiguração, a pele enrugada e alguns pelos faciais que entretanto apareceram.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby annawen » 09 Apr 2010 11:38

Não reparei ou então já não me lembrava. O fotograma é esclarecedor. De que cena é? É antes ou depois da morte da Ivy?

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 09 Apr 2010 11:42

annawen wrote:Não reparei ou então já não me lembrava. O fotograma é esclarecedor. De que cena é? É antes ou depois da morte da Ivy?


É depois. É mesmo no final do filme, quando entram no laboratório de Jeckyll e o amigo lhe aponta o dedo, dizendo que o assassino é ele. Uma transformação espontânea ocorre nesse momento e o resultado é o da imagem.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Thanatos » 12 Apr 2010 08:13

E finalmente vi o filme!

O problema é que a annawen e o Samwise já tocaram em todos os pontos importantes. Vir aqui escrever algo seria chover no molhado.

Só um pequenino aparte que tem a ver com o facto de o Samwise ter referido que a secção amorosa (noivado e tal) que não existe no romance ser fulcral no filme. Não achei que fosse fulcral. Aliás eu conseguiria fazer uma montagem do filme escamoteando essas cenas e ficava à mesma a fazer sentido. Se pensarmos bem que acrescenta o tal noivado senão uma sucessão de cenas ausentes? Ou ela está ausente em Bath ou é ele que se atrasa constantemente para os jantares. Nem sequer funciona como móbil de ele avançar com a teoria da dualidade até às consequências desastrosas, já que ele próprio começa por a apresentar na faculdade de Medicina, muito antes da questão do noivado prolongado a pedido do sogro.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 12 Apr 2010 10:24

Thanatos wrote:Só um pequenino aparte que tem a ver com o facto de o Samwise ter referido que a secção amorosa (noivado e tal) que não existe no romance ser fulcral no filme. Não achei que fosse fulcral. Aliás eu conseguiria fazer uma montagem do filme escamoteando essas cenas e ficava à mesma a fazer sentido. Se pensarmos bem que acrescenta o tal noivado senão uma sucessão de cenas ausentes? Ou ela está ausente em Bath ou é ele que se atrasa constantemente para os jantares. Nem sequer funciona como móbil de ele avançar com a teoria da dualidade até às consequências desastrosas, já que ele próprio começa por a apresentar na faculdade de Medicina, muito antes da questão do noivado prolongado a pedido do sogro.



A teoria da dualidade é apresentada antes de ele achar a fórmula da transformação - e o móbil dessa cena é aconchegar o tema e apresentar o médico ao espectador como alguém determinado e ambicioso a ponto questionar os conceitos dogmáticos estabelecidos no mundo da medicina e de os querer modernizar.

O filme do Fleming tem uma sequência interessante em que as ideias do médico são debatidas num dos jantares em casa da noiva, com a presença não só de colegas da comunidade científica como também de um padre, altura em que os dois eternos rivais (religião e medicina) se unem para espezinhar o "atrevimento" de Jeckyll.

Voltando ao filme de Mamoulian, a partir do momento em que a mão da noiva lhe é recusada pelo pai, logo seguido do incidente em que ele conhece a Ivy, o móbil da narrativa altera-se por completo. Ele descobre a fórmula, experimenta-a uma primeira vez sem consequências de maior, mas a segunda vez que a utiliza já é motivada inteiramente pelo desagrado em relação a uma carta que recebe da noiva (a tal sequência em que lhe "salta a tampa" :mrgreen: ). É um incidente do foro íntimo que despoleta o início da tragédia e que vai ser alimentando para o resto do filme - já que o Jeckyll se serve do Hyde para afogar as mágoas decorrente de não poder casar com a noiva, algo que dota o filme de uma vertente de constante debate sobre a fronteiras entre o amor e o sexo. Se isto não é fulcral ou determinante no filme, então não sei o que é. Não é só uma "sucessão de cenas ausentes" que resultam deste acrescento em relação à história do livro.

Aliás eu conseguiria fazer uma montagem do filme escamoteando essas cenas e ficava à mesma a fazer sentido.


Que cenas ao certo? Se tirasses as sequências com a Ivy e com a Muriel cortarias mais de metade do filme. Talvez fizesse sentido, mas seria um filme completamente diferente, semelhante ao livro - e é isso que estamos a discutir.


---- EDIT---

Já vi o A Bela e o Monstro. Lá mais para a noite inicio o tópico.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
annawen
Livro Raro
Posts: 1953
Joined: 18 Jan 2006 11:34
Location: Gaia
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby annawen » 12 Apr 2010 10:56

Concordo com o Sam. Parece-me evidente que o sexo é um dos motivos principais da transformação, senão o principal.

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Thanatos » 12 Apr 2010 13:08

Eu não disse que tirava as cenas com a Ivy. Só as com a Muriel. E sim o sexo (na sua pulsão de instinto/luxúria/desejo - apresentados com impulsos básicos não controláveis) é o motor da intriga.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Dr. Jekyll and Mr. Hyde - Rouben Mamoulian

Postby Samwise » 12 Apr 2010 13:50

Thanatos wrote:Eu não disse que tirava as cenas com a Ivy. Só as com a Muriel. E sim o sexo (na sua pulsão de instinto/luxúria/desejo - apresentados com impulsos básicos não controláveis) é o motor da intriga.


Ah, mas já a minha intervenção em relação à "questão amorosa" (fulcral para o filme) envolve a Muriel e a Ivy (o amor e o sexo) e tem a ver com estas personagens e intrigas não estarem presentes no livro.

Ou seja, o que dizes em relação ao que eu referi também não é exacto: :mrgreen:

Só um pequenino aparte que tem a ver com o facto de o Samwise ter referido que a secção amorosa (noivado e tal) que não existe no romance ser fulcral no filme.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “3 - Monstros”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron