Armazém Central - Loisel, Tripp

Espaço dedicado à nona arte, desde a franco-belga aos comics norte-americanos passando pelo mangá, desde mainstream a independente.
User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Armazém Central - Loisel, Tripp

Postby pco69 » 22 Nov 2011 15:32

ImageImageImage

Ontem li o segundo e terceiro volume desta série. Em França, já vai no volume 7, não sabendo nós (como é habitual) se em Portugal serão editados os seguintes.

Em França:
Marie
Serge
Les hommes
Confessions
Montréal
Ernest Latulippe
Charleston


São livros muito interessantes. Tema: O Quebec rural no inicio dos anos 40, na figura da aldeia Notre Dame des Lacs e dos seus habitantes.

A figura principal é Marie, viúva do dono do Armazém Central, que dá nome à série. Marie não é originária da aldeia e quando o seu marido morre, pensa em ir embora mas decide ficar e manter o armazém aberto pois sabe que se o fechar, a aldeia morrerá na sua totalidade.

A série faz-se de pequenas e grandes coisas que acontecem numa aldeia pequena. Tem um padre com espírito moderno, três beatas com espírito cusqueiro, um forasteiro que vem baralhar a pacatez da aldeia, com a abertura de um restaurante. E a maioria dos homens, que durante o longo inverno têm de abandonar as suas casas para irem trabalhar longe de casa durante alguns meses para empresas madeireiras e quando regressam encontram o estrangeiro que não compreendem nem querem compreender.

Nestes livros, não se encontram grandes heróis nem grandes batalhas, mas sim pessoas com os seus pequenos problemas. E uma arte excelente, seja ao novel do desenho seja ao nível do argumento. :bow:
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Re: Armazém Central - Loisel, Tripp

Postby pco69 » 22 Nov 2011 17:44

Com vénia ao Bongop (e à Diabba), transcrevo o seu post relativo a esta série:
(já agora, confesso que foi devido a esta crítica que eu resolvi comprar os livros :mrgreen: )

http://bongop-leituras-bd.blogspot.com/ ... z1eKw8kkBR

Armazém Central

Armazém Central é uma óptima série feita colaborativamente entre os excelentes artistas Régis Loisel (Peter Pan e Em Busca do Pássaro do Tempo) e Jean-Louis Tripp. Decidiram fazer uma obra toda ela em dupla cooperação, sobre a vida de uma aldeia na província do Quebeque. Loisel desenha, e Tripp trabalha a arte final. A estória em si também tem os créditos dos dois. No início de cada livro é exemplificado o método de trabalho que utilizam durante a série!
Quem irá falar deste livro é a minha Diabba, que se dispôs, e acabou por se surpreender durante a leitura (o que não é fácil)!
Fica a crítica da Diabba:

Por indicação (foi mais a pedido, hihihihi) do diabbo-marido li os três livros (editados em português) “Armazém Central” de Loisel & Tripp.
Comecei logo por esbarrar no “afinal qual é o 1º volume?”, “ahhh é este” respondeu, indicando o “Maria”, “como sabes?” inquiri eu, “sei”, respondeu ele.
Meus amigos, é assim: Eu não percebo um corno (literalmente) de BD, e como eu estarão uns 95% dos portugueses. Não acham que tal informação deveria constar da lombada, ou, no mínimo, na primeira página deveria constar “volume 1 de X” ou simplesmente “volume 1”?
Reparem, eu que não percebo nada de BD entro numa livraria, pego num dos 3 livros (ao calhas), e gostando dos desenhos penso “ahhh giro para oferecer ao primo da tia que casou com o engenheiro que é irmão da sogra”, e compro. Agora imaginem que comprei o volume “os homens” que, não por acaso, até é o último volume editado.
A pessoa que o vai receber, não vai perceber nada (nem conseguirá descobrir que aquele é um volume de vários), não gostará da história, e não percebendo nada de BD (pertence aos 95% de ignorantes bedéfilos, onde me incluo), também não sentirá nenhuma vontade de continuar a ler “bonecada”.
Faz falta numerar os volumes.
Agora quanto à história, confesso que comecei por não gostar do desenho, achei que tinha riscos a mais, gosto de desenhos limpinhos e bonitos (o diabbo marido falou-me numa tal “linha clara”), mas depois acabei por entranhar o estilo e gostar.
A história (o diabbo-marido escreve “estória” mas eu não gosto dessa grafia) é quase contada por um espírito, ainda demasiado apegado aos bens materiais e à mulher que deixou, e vai acompanhando a Maria na sua viuvez, no seu crescimento como pessoa que já não vive dependente de um homem.
A Maria conhece Serge, alguém que foge de si mesmo, mas que adora cozinhar, e põe uma pequena aldeia a comer como se estivessem no melhor restaurante de Paris.
Depois os homens regressam do seu trabalho de inverno, homens duros (lenhadores), que não vêem com bons olhos a popularidade que um homem desconhecido, mas bem parecido, culto, e bom cozinheiro tinha granjeado junto de todas as mulheres, bom de quase todas as mulheres.
Tem um final surpreendente que me pôs a sorrir.
Vão ler sim?
Pontuação (acho que é hábito este blog pontuar os livros lidos): 7,5 em 10

Digamos que eu daria (pela minha escala que não tem máximo) 8,5! Mas como o post é dela…
Estão editados em português:
- Marie
- Serge
- Os Homens


Algumas imagens (vindas do mesmo post)

Image
Image
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...


Return to “Banda Desenhada”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron