Colecção britânica sobre 'Mitos'

Todos os lançamentos e opiniões cuja categorização não caiba nos sub-fórums alfabéticos permanecem aqui.
User avatar
Cerridwen
Edição Única
Posts: 7357
Joined: 01 Jan 2005 13:17
Location: Torres Vedras
Contact:

Colecção britânica sobre 'Mitos'

Postby Cerridwen » 11 Sep 2006 10:41

Colecção britânica sobre 'Mitos' publicada em Portugal pela Teorema


Lançada em Outubro de 2005 pela editora escocesa Canongate, a colecção Myths; (Mitos) é um projecto editorial de larga escala que desafia autores de renome a debruçarem-se - com total liberdade criativa - sobre os mitos fundadores das civilizações ocidentais (e não só).

Os romances ou ensaios que forem nascendo destas encomendas serão depois publicados nas 35 editoras de todo o mundo que se juntaram à iniciativa da Canongate, entre as quais se contam alguns pesos pesados, como a Flammarion (França), a Grove Atlantic (EUA), a Rizzoli (Itália), a Companhia das Letras (Brasil) ou a Knopf (Canadá).

Para Portugal, o exclusivo da colecção Mitos foi garantido pela Teorema (editora que já publicou alguns títulos da Canongate), depois de contactos directos mantidos durante a Feira do Livro de Frankfurt, em 2005. "Eles conhecem o nosso catálogo e consideraram que somos das editoras portuguesas mais literárias", explicou ao DN o director da Teorema, Carlos da Veiga Ferreira.

Já no próximo mês, serão lançadas as traduções dos dois primeiros volumes: Uma Pequena História do Mito, de Karen Armstrong; e A Odisseia de Penélope, da escritora canadiana Margaret Atwood. Em 2007 devem surgir mais quatro livros, escolhidos entre os que a Canongate já publicou e os que publicará em breve.

Entre os autores contemporâneos de primeira linha que aderiram à ideia contam-se Milan Kundera, Salman Rushdie, Ismail Kadaré, Amin Maalouf, Donna Tartt, Michel Faber, AS Byatt, Henning Mankell, Tony Morrisson, Milton Hatoum ou Ali Smith.

Entusiasmado com o projecto, Carlos da Veiga Ferreira convidou pessoalmente o poeta Nuno Júdice, também autor de narrativas, a escolher um mito como ponto de partida para uma ficção. Resposta: Salomé, a enteada do rei Herodes, protagonista de uma das histórias mais fortes do Novo Testamento, quando pede, após uma dança com véus, a cabeça de S. João Baptista. "É uma figura que inspirou os simbolistas e sobre a qual escreveram tanto Mallarmé como Oscar Wilde", recorda Júdice. "Interessa-me o fascínio que desperta, o seu desejo e a impossibilidade de o concretizar. O romance andará à volta disto."

Veiga Ferreira só conta com o livro no final do próximo ano, mas Júdice é mais optimista: "Espero que esteja pronto antes disso."

Fonte: Diário de Notícias

Return to “Vários”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron