Os Aquários de Pyongyang - Pierre Rigoulot, Kang Chol-Hwan

Todos os lançamentos e opiniões cuja categorização não caiba nos sub-fórums alfabéticos permanecem aqui.
User avatar
pco69
Cópia & Cola
Posts: 5488
Joined: 29 Apr 2005 23:13
Location: Fernão Ferro
Contact:

Os Aquários de Pyongyang - Pierre Rigoulot, Kang Chol-Hwan

Postby pco69 » 08 Oct 2009 11:24

Dei com este livro numa entrevista publicada hoje (8/10/2009) na Sábado

Para quem acompanhe futebol, sabe da fantastica recuperação de Portugal frente à Coreia do Norte, no mundial de 1966.
Estávamos (e sim, eu considero o 'nós' e não o 'eles' ou a 'equipa' ou a 'selecção' ou outra coisa qualquer ) a perder por 3-0 e com uma exibição notável de Eusébio (e não só), conseguimos terminar o jogo com uma vitória por 5-3.

A relação com este livro, é dada nessa entrevista e naturalmente no texto do livro.

Alguns dos jogadores da selecção Norte-Coreana, quando regressaram ao seu país, foram enviados para um campo de concentração....

----


Em Os Aquários de Pyongyang - Dez Anos no Gulag Norte-Coreano, Kang Chol-Hwan, condenado em 1977, aos nove anos de idade, a dez anos de trabalhos forçados devido a um crime de desobediência politica alegadamente cometido pelo avô, relata-nos, com uma crueldade desarmante, a sua experiência no Gulag norte-coreano. O autor, exilado na Coreia do Sul desde 1992, país para o qual empreendeu a sua fuga, via China, um ano antes, é jornalista e renomado conferencista na área dos Direitos Humanos, tendo escrito a presente obra em co-autoria com o historiador francês Pierre Rigoulot, ex-militante marxista-leninista na década de 80 do século XX, e actual redactor-chefe dos Cahiers d'Histoire Sociale. Trata-se de uma obra cujo valor intrínseco reside, em nossa opinião, no papel assumido de relato histórico, claramente marcado pelo cunho da vivência pessoal da experiência ora relatada pelo próprio Autor. É uma obra cuja leitura recomendamos aos leitores do I, a qual foi apropriadamente definida pela revista Time como «umas memórias angustiantes». Editorial Hespéria, Lda, 2ª Edição, Junho de 2009, 238 páginas, tradução por Diana Almeida.
Fenómenos desencadeantes de enfarte do miocárdio

Esforços físicos, stress psíquico, digestão de alimentos, coito, tempo frio, vento de frente e esforços a princípio da manhã.

Ou seja, é extremamente perigoso fazer sexo ao ar livre com vento de frente, após ter tomado o pequeno almoço numa manhã de inverno...

Return to “Vários”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron