Crossed - Garth Ennis [+18]

urukai
Edição Única
Posts: 3232
Joined: 07 Aug 2008 23:35
Location: Lisboa
Contact:

Crossed - Garth Ennis [+18]

Postby urukai » 06 Oct 2010 11:47

Image

Bem,
vamos então à obra mais politicamente incorrecta de Garth Ennis.
Já todos vimos do que ele é capaz em Preacher, The Boys e Punisher Max, mas para realmente percebermos como este Irlandês tem parafusos a menos na zona cerebral do decoro, contenção e pacifismo, temos de ler Crossed.
A história é extremamente simples e completamente batida: Cenário de zombies pós-apocaliptico em que um grupo de humanos tenta sobreviver.
A única diferença é que estes Zombies não estão mortos e em vez de apetite por carne humana são antes autênticas máquinas de violência, barbárie, sadismo, masoquismo e obsessão sexual. Surgem-lhes na face uma ferida em forma de cruz, as suas inibições psicológicas são eliminadas por um vírus, conservam uma inteligência relativa, como se estivessem extraordinariamente bêbados ou pedrados, e desatam a praticar os actos mais horrendos (mutilações, violações, espancamentos, práticas masoquistas etc...) dos quais tiram um prazer tremendo. Quanto mais tenebroso, nojento e doloroso, melhor.
A ideia com que ficamos foi que a Editora (Avatar Press) deu rédeas largas ao Garth Ennis e lhe disse, give us your worst. E ele deu. A única coisa que fica de fora (e entende-se que fique) é pornografia infantil mas temos muitas outras coisas infantis como morte, violência e espancamento. Veja-se esta cena em que um crossed dá uma oportunidade a um miúdo de fazer queda livre... sem pára-quedas.

Image

Quanto ao enredo, parece-me uma versão menos cuidada daquilo que é, por exemplo, The Walking Dead. Os personagens são pouco vincados e há um tom um pouco apressado, principalmente nos últimos volumes (ao todo são 10 e o Garth já disse não ir fazer mais). No entanto, o atractivo deste comic não está nas personagens humanas que tentam fugir e sobreviver. O que queremos ler e ver são as ideias macabras que os Crossed levam a cabo e os Crossed especiais que o Garth Ennis cria com o seu jeito extraordinário para criar personagens deliciosamente horrendas, nojentas ou despudoradas. Veja-se dois exemplos:

Horsecock (o nome e o grafismo dizem tudo)
Image

Stump (o nome tb diz tudo)
Image

Ou seja, mais uma vez é recomendável mas com as devidas limitações para quem não gosta de gore (levado ao limite) e de violência gratuita. É uma fórmula que cansa e o próprio autor reconhece isso, coibindo-se de fazer mais números e permitindo que os dez existentes produzam um excelente trade-paper back ou hardcover:
TPB - http://www.amazon.co.uk/Crossed-1-Jacen ... =8-1-fkmr0
Hardcover - http://www.amazon.co.uk/Crossed-1-Hardc ... 788&sr=8-1

Uma nota adicional para o trabalho do ilustrador, Jacen Burrows que tem um traço muito limpo e permite visualizar perfeitamente e com todo o pormenor os terríveis actos dos Crossed.

Saiu recentemente um spin-off da série por outro autor (ao que parece o Garth Ennis autoriza desde que não mexam com as suas personagens) intitulada Family Values, no qual se percebe que um humano sobrevivente é pior do que o pior dos Crossed! Apesar de não ser tão bom tem os seus atractivos e permite matar saudades deste universo.

Return to “Lançamentos e Opiniões”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 5 guests

cron