Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugueses

Obras Portuguesas em Domínio Público
User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 20 Jan 2014 12:20

Actualizei o tópico, vou começar por contactar o José Luís Peixoto e o José Eduardo Agualusa. Nos restantes gostaria de colocar questões relacionadas com o livro digital.

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 22 Jan 2014 12:41

Primeira entrevista, a Ana Cristina Silva. Conto publicá-la na próxima segunda-feira Seria óptimo conseguir manter um ritmo de uma entrevista por semana.

- Porquê ler os clássicos da literatura portuguesa?
Os clássicos correspondem a obras que necessariamente abordam questões intemporais e em que, na maior parte dos casos, a estrutura narrativa e a linguagem têm uma qualidade excepcional. Ler os clássicos constitui assim uma forma de aprofundar o conhecimento pela natureza humana e pela própria história da humanidade.

- A definição de clássico está longe de ser consensual. Afinal, o que torna uma obra literária um clássico?
A resposta a essa questão foi dada na pergunta anterior, não deixando, no entanto de ser um mistério porque é que às vezes certas obras sobrevivem ao tempo e outras não.

- Eça e Pessoa continuam a ser bastante lidos, mas nem todos tiveram tal sorte. Que autor português considera que foi imerecidamente votado ao esquecimento?
Apesar de serem mais recentes, Ferreira de Castro e Aquilino Ribeiro.

- «Prognósticos só no final do jogo», mas que obra contemporânea lhe parece capaz de vencer o teste do tempo e vir a integrar o cânone literário português?
Sem sombra de dúvida, José Saramago e o seu Memorial do Convento.

- O advento dos eBooks veio dar novo fôlego a certos autores, no entanto, a opinião acerca do seu impacto nos nossos hábitos de leitura está longe de ser consensual. Como vê o futuro do livro num ambiente predominantemente digital?
Depois de um período em que os eBooks tiveram uma grande sucesso nos países europeus, a sua popularidade começou a decair. Está estudado que não é a mesma coisa a forma de leitura num suporte informático e num suporte de papel. A mancha gráfica no papel, o virar das páginas e o próprio cheiro dos livros tornam a leitura em suporte de papel mais gratificante, independentemente das vantagens económicas dos eBooks. Talvez por isso, não me parece que os livros em papel venham a acabar.


Ocorreu-me também a possibilidade de, no futuro, compilar as entrevistas num eBook. É uma ideia que retomarei conforme o desenvolvimento desta rubrica.

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Thanatos » 22 Jan 2014 14:51

Só pela menção a Aquilino a Ana leva a minha vénia.

O livro em papel tenderá a ser objeto de colecionadores e amantes de bom design.

Para mim um ebook parece sempre um rascunho em desenvolvimento enquanto o livro é o resultado final. Os ebooks serão os paperbacks deste século.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 22 Jan 2014 15:15

Thanatos wrote:Só pela menção a Aquilino a Ana leva a minha vénia.


Infelizmente não o podemos publicar, mas talvez sirvam estas entrevistas para chamar à atenção para autores que merecem ser lidos.

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Bugman » 22 Jan 2014 15:20

Thanatos wrote:Para mim um ebook parece sempre um rascunho em desenvolvimento enquanto o livro é o resultado final. Os ebooks serão os paperbacks deste século.


Ou do próximo meio século, porque entretanto outras coisas surgirão... Mas concordo.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 23 Jan 2014 12:26

Bem, contactei um total de dez escritores/críticos. As questões variáveis podem ser lidas no post inicial. Para já vou aguardar pelas respostas, mas não deixem de contribuir com sugestões de autores, críticos ou editores que poderíamos entrevistar no futuro. :tu:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Samwise » 27 Jan 2014 18:37

Já recebi no e-mail o anúncio da publicação da primeira entrevista, a Ana Cristina Silva. :)

Gostei bastante de ler - penso que o formato é ao mesmo tempo abrangente e curto (no sentido de não ser maçador e permitir aos entrevistados responder sem perderem demasiado tempo). Espero que os restantes contactados também acolham a iniciativa com entusiasmo.

--- EDIT

Esqueci-me do link: http://projectoadamastor.org/porque-ler ... ina-silva/
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 27 Jan 2014 18:41

Samwise wrote:Já recebi no e-mail o anúncio da publicação da primeira entrevista, a Ana Cristina Silva. :)

Gostei bastante de ler - penso que o formato é ao mesmo tempo abrangente e curto (no sentido de não ser maçador e permitir aos entrevistados responder sem perderem demasiado tempo). Espero que os restantes contactados também acolham a iniciativa com entusiasmo.


Já vários se disponibilizaram para colaborar, mas aguardo ainda pelas respostas (só comecei a enviar as propostas na semana passada). Vou actualizando o tópico sempre que houver novidades :bbde:

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 28 Jan 2014 20:32

Segunda resposta, de Eduardo Pitta:

Porquê ler os clássicos da literatura portuguesa?
Porque sem a leitura dos clássicos, nacionais ou estrangeiros, não é possível acrescentar. Acrescentar no sentido de fazer novo.

A definição de clássico está longe de ser consensual. Afinal, o que torna uma obra literária um clássico?
Não sou especialista, mas diria que, em termos absolutos, devêm clássicas as obras que o tempo assim fixou. Mas não sendo o tempo uma entidade abstracta, uma tal “fixação” (ou classificação) pressupõe distância e consenso crítico.

Eça e Pessoa continuam a ser bastante lidos, mas nem todos tiveram tal sorte. Que autor português considera que foi imerecidamente votado ao esquecimento?
José de Almada Negreiros. Podia citar outros. (A tentação de citar Mário de Sá-Carneiro é grande.) O facto é que hoje ninguém lê Almada, muito melhor poeta que meia dúzia da sua geração. E nem há desculpa para não ser lido, porque a poesia está editada na íntegra. O Almada que “ficou” é o artista plástico. E ficou por razões laterais: presença em espaços públicos (igrejas, gares marítimas, etc.) e a lenda do performer.

«Prognósticos só no final do jogo», mas que obra contemporânea lhe parece capaz de vencer o teste do tempo e vir a integrar o cânone literário português?
A de Agustina Bessa-Luís, ainda hoje muito controvertida.

Há alguns anos adaptou O Crime do Padre Amaro para o público jovem, no âmbito da Colecção de Clássicos da Literatura Portuguesa Contados às Crianças, publicada pela Quasi Edições em parceria com o jornal Sol. Em que medida podem estas adaptações contribuir para a educação literária das crianças e, consequentemente, para os seus hábitos de leitura?
Na altura, foram-me dados a escolher dois títulos: A Confissão de Lúcio, de Mário de Sá-Carneiro, e O Crime do Padre Amaro, de Eça de Queirós. Escolhi o Eça e não me arrependi. Ler o Eça é como ler a realidade actual. Nenhum juízo moral pode justificar a interdição (aos pré-adolescentes) de obras canónicas que versem temas “melindrosos”. Um/a miúdo/a que tenha lido a adaptação que fiz, provavelmente terá curiosidade em ler a obra original. Isso é que importa. Eu tive apetência pelo Shakespeare porque muito novo, com 13 ou 14 anos, li as versões em prosa feitas em 1807 por Charles e Mary Lamb, Tales from Shakespeare, traduzidas e editadas em dois volumes pela Portugália. Inexplicavelmente, a obra deixou de ser reeditada no nosso país. Olhe, aí tem um bom exemplo de clássico! Já tenho oferecido, mas vejo-me obrigado a mandar vir pela Amazon.


Uma questão para vocês. Periodicidade para a rubrica: semanal ou quinzenal?

User avatar
Bugman
Edição Única
Posts: 4347
Joined: 24 Jun 2009 17:47
Location: Almada Capital
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Bugman » 28 Jan 2014 23:11

Quinzenal, que dá para fazer o peixe render mais.
A PENA online | O Bug Cultural

Normalcy was a majority concept, the standard of many and not the standard of just one man. Robert Neville
O homem que obedece a Deus, não precisa de outra autoridade. Petr Chelčický
Ao mesmo tempo que ali estava tudo igual, não estava você lá, não está teu passado, não está nada. Quer dizer: só você sabe que esteve ali. A parede, os prédios, não guardam a gente. Nós só nos guardamos a nós mesmos. Só valemos nós connosco. Fora daí é literatura, é poesia, é arte. Ferreira Gullar
Yes, I am a woman of the law. And there are lots of laws. But if they don't offer us justice, then they aren't laws! They are just lines drawn in the sand by men who would stand on your back for power and glory. Sartana
"No, Señoría, no es lo mismo estar dormido que estar durmiendo, porque no es lo mismo estar jodido que estar jodiendo". Camilo Jose Cela

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14973
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Samwise » 29 Jan 2014 10:45

Bugman wrote:Quinzenal, que dá para fazer o peixe render mais.


x2

---

Muito interessante, a entrevista de Eduardo Pitta.
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 29 Jan 2014 10:56

Samwise wrote:
Bugman wrote:Quinzenal, que dá para fazer o peixe render mais.


x2

---

Muito interessante, a entrevista de Eduardo Pitta.


Fica quinzenal então. Próxima entrevista publicada no meu aniversário :mrgreen:

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby Thanatos » 29 Jan 2014 14:25

vampiregrave wrote:
Samwise wrote:
Bugman wrote:Quinzenal, que dá para fazer o peixe render mais.


x2

---

Muito interessante, a entrevista de Eduardo Pitta.


Fica quinzenal então. Próxima entrevista publicada no meu aniversário :mrgreen:

Olha a dica... :devil:
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 29 Jan 2014 14:51

Thanatos wrote:
vampiregrave wrote:
Fica quinzenal então. Próxima entrevista publicada no meu aniversário :mrgreen:

Olha a dica... :devil:


Quem, eu? :mrgreen:

User avatar
vampiregrave
Livro Raro
Posts: 1839
Joined: 11 Apr 2010 18:32
Location: Lisboa
Contact:

Re: Porquê ler os clássicos? - Entrevistas a autores portugu

Postby vampiregrave » 10 Feb 2014 12:08

Acabo de publicar a entrevista a Eduardo Pitta no website do projecto.

Edit: Os colaboradores com acesso à pasta do Dropbox, podem também consultar as respostas de Maria do Rosário Pedreira, próxima entrevista a ser publicada.


Return to “Projecto Adamastor”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron