Curtas e quentes

Notícias sobre publicações, editoras, autores, convenções, feiras e outras relacionadas com o mundo do livro
User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 08:18

Para não estar a criar indiscriminadamente tópicos decidi abrir este onde irei colocando as notícias do mundo literário, que muitas vezes se resumem a um ou dois parágrafos.

Notícias de maior impacto ou com grande relevância continuaram a ter tópico próprio.

Neste tópico é permitido o duplo-post. ^_^
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 08:20

A brasileira Nélida Piñón é a favorita para receber, hoje, o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras, segundo deliberações do júri presidido pelo director da Real Academia da Língua Espanhola, Víctor García de la Concha.

Além da autora brasileira, estão na linha da frente para ganhar o galardão os norte-americanos Paul Auster e Philip Roth e o israelita Amos Oz, de acordo com a Fundação Príncipe das Astúrias.

Nélida Piñon, nascida no Rio de Janeiro, formou-se em Jornalismo e foi a primeira mulher a presidir à Academia Brasileira de Letras, tendo recebido em 1995 o Prémio Internacional de Literatura Juan Rulfo, concedido nesse ano pela primeira vez a uma mulher e a um autor de língua portuguesa.

Ao Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2005 apresentaram-se 31 candidaturas de 16 países, sendo o vencedor conhecido hoje pelas 10:00 horas.

Foram já distinguidos com o prémio Mario Vargas Llosa, Günter Grass, Camilo José Cela, Alvaro Mutis, Juan Rulfo, Carlos Fuentes, Augusto Monterroso, Doris Lessing, Susan Sontang e Claudio Magris, entre outros escritores.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 08:21

O Prémio Nobel da Literatura de 1998, José Saramago, chegou terça-feira a Cuba depois de dois anos de "afastamento" relativamente ao regime de Fidel Castro, revelou a televisão local.

Saramago, cuja visita não foi anunciada, viajou para Cuba a convite do ministro da Cultura, Abel Prieto, para apresentar na ilha de Fidel Castro o seu livro O Evangelho Segundo Jesus Cristo, publicado no início dos anos 1990.

O escritor português, de 82 anos, regressa a Cuba depois de em Abril de 2003 ter decidido cortar relações com o governo cubano após a detenção de 75 dissidentes e o fuzilamento de três sequestradores numa lancha.

"Cuba não ganhou nenhuma batalha heróica ao fuzilar estes três homens, mas perdeu a minha confiança, destruiu a minha esperança e defraudou as minhas ilusões. Agora Cuba segue o seu caminho e eu o meu", afirmou em 2003 o escritor português.

José Saramago, que deve permanecer em Cuba até domingo, vai participar numa conferência na Universidade de Havana.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 08:22

O Teatro Art+Imagem vai hoje cobrir a estátua de Almeida Garrett na Praça Humberto Delgado, no Porto, em protesto contra a suspensão do financiamento do Instituto das Artes à criação teatral no Norte.

"Melhor será não ver a vergonha por que passa a situação do teatro na cidade que o viu nascer", refere a direcção do Teatro Art+Imagem, em comunicado, justificando a acção performativa de "encobrimento" da estátua de Garrett, marcada para as 15:00.

O processo de financiamento sustentado à criação teatral na região Norte em 2005 está suspenso devido ao recurso apresentado por uma companhia que contesta o resultado do concurso.

O Teatro Art+Imagem lamenta que não tenha havido da parte da ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, "qualquer sinal ou contacto que permita supor um empenhamento activo na resolução política deste problema".

A companhia comunicou a sua acção a Isabel Pires de Lima, numa carta em que apela a "medidas urgentes para fazer face a esta situação" e pede que a região Norte seja declarada em "estado de calamidade cultural".
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 16:36

A escritora brasileira Nélida Piñón foi hoje galardoada com o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2005, anunciou a organização em Oviedo, Norte de Espanha.

Aclamada pela crítica como uma das mais destacadas escritoras do Brasil, Nélida Piñón tem obra publicada em mais de 20 países.

A vencedora disputou o prémio com outros candidatos como os norte-americanos Paul Auster e Philip Roth e o israelita Amos Oz, de acordo com a Fundação Príncipe das Astúrias.

Nélida Piñon, nascida no Rio de Janeiro em 1937, formou-se em Jornalismo e foi a primeira mulher a presidir à Academia Brasileira de Letras entre 1996 e 1997, tendo recebido em 1995 o Prémio Internacional de Literatura Juan Rulfo, concedido nesse ano pela primeira vez a uma mulher e a um autor de língua portuguesa.

A escritora brasileira é considerada a voz mais espanhola da literatura brasileira e toda a sua obra reflecte a influência galega que recebeu dos seus pais.

O pai de Piñón emigrou da Galiza para o Brasil no princípio do século XX, a mãe nasceu no Brasil mas no seio de uma família galega.

Ao Prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2005 apresentaram- se 31 candidaturas de 16 países.

O presidente da Associação Portuguesa de Escritores (APE), José Manuel Mendes, congratulou-se hoje com a distinção da escritora brasileira Nélida Piñón com o Prémio Príncipe das Astúrias (Espanha), considerando-a uma das autoras mais relevantes da literatura brasileira.

"Considero Nélida Piñón uma das escritoras mais relevantes da literatura que nos chega do Brasil", disse José Manuel Mendes, após o anúncio feito pela Fundação Príncipe das Astúrias.

Para o presidente da APE, Nélida Piñón é "uma autora de rara densidade narrativa e com um fulgor singular no tratamento da linguagem, reunindo a sua vasta obra universos que nos interpelam e desafiam com interrogações fundamentais em tempos sombrios".

Por estas razões, José Manuel Mendes diz congratular-se "tanto" com a distinção hoje anunciada e que não causou surpresa, já que Nélida Piñón é um dos nomes "que há muito incorpora o conjunto dos que se encontram referenciados para as mais altas distinções mundiais" do meio literário.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 15 Jun 2005 16:39

A Câmara de Ponte de Lima assinala segunda-feira o aniversário da morte do poeta António Feijó com o lançamento do livro Poesias Dispersas e Inéditas, cuja organização é da responsabilidade de Cândido Oliveira Martins, investigador e docente universitário.

A obra recolhe "um conjunto muito alargado de poemas que Feijó publicou em diversos jornais e revistas, a partir dos últimos anos do século XIX e que nunca antes foram reunidos em volume", afirma a autarquia em comunicado.

Além disso, sublinha, "a obra é enriquecida pela publicação de um notável conjunto de poemas inéditos, reproduzidos a partir de manuscritos do próprio António Feijó".

"Trata-se de uma edição há muito aguardada pelos leitores do poeta", acrescenta, referindo que a obra será apresentada pelo professor da Universidade de Lisboa António M. Feijó, descendente do poeta.

Falecido em Junho de 1917, com 58 anos, António Feijó, poeta natural de Ponte de Lima, fez uma breve passagem pela advocacia, mas optou pela carreira diplomática, tendo exercido cargos no Brasil e na Suécia, onde morreu.

Como poeta, António Feijó é habitualmente ligado ao Parnasianismo, um estilo literário, especificamente poético, que surgiu em França, a partir de 1866, e que se caracteriza pela negação do subjectivismo e pela postura anti-romântica.

Transfigurações, Líricas e Opulentas, À Janela do Ocidente, Cancioneiro Chinês, Ilha dos Amores, Sol de Inverno e Poesias completas de António Feijó são títulos de algumas das suas obras.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 17 Jun 2005 08:46

O escritor Edward P. Jones ganhou o prémio Impac, o maior prémio monetário mundial por uma única obra.

The Known World foi sellecionada de uma lista de 10 livros recebendo 100.000 euros tendo sido apresentado o prémio na quarta-feira passada em Dublin.

A novela de estreia de Jones venceu o Prémio Pulitzer de Ficção de 2004.

O júri internacional considerou o livro, acerca da escravatura, "vividamente concebido e profundamente humano".
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 21 Jun 2005 10:28

Cento e cinquenta bibliotecas públicas vão estar interligadas através da Internet para facilitar e acelerar o acesso gratuito às suas colecções, anunciou o Instituto Português do Livro e das Bibliotecas (IPLB).

O projecto, denominado Rede de Conhecimento das Bibliotecas Públicas, será apresentado quarta-feira na Torre do Tombo, em Lisboa, com a presença dos ministros da Cultura, Isabel Pires de Lima, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago.

De acordo com o IPLB, organismo responsável pela iniciativa, o projecto irá marcar o início do funcionamento em rede das bibliotecas públicas a partir de uma plataforma tecnológica comum, estimulando a troca de ideias, experiências e informações entre os decisores políticos, bibliotecários e o público utilizador.

Os principais objectivos da rede são promoção do acesso público gratuito em banda larga (Internet mais rápida), a criação de serviços interactivos e novos canais de comunicação para estimular a leitura e captar novos utilizadores.

A infra-estrutura de acesso prevê a instalação de mais computadores em 150 bibliotecas e de um ponto de ligação à Internet através de rede fixa ou sem fios, permitindo ao publico usar computadores portáteis.

A rede disponibilizará igualmente serviços interactivos para facilitar a pesquisa de catálogos, a reserva e o empréstimo de documentos, bem como a troca de informação entre os utilizadores.

O projecto vai ainda disponibilizar uma plataforma tecnológica para a criação e a gestão de um catálogo colectivo virtual a nível nacional, e ferramentas de gestão para as bibliotecas, nomeadamente aquisições, empréstimos, periódicos, estatísticas de utilização e partilha de registos bibliográficos.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 21 Jun 2005 10:30

Textos gnósticos datados do início do Cristianismo, encontrados na região egípcia de Nag Hammadi em 1945 e agora traduzidos para português, vão ser lançados quinta-feira em Lisboa.

Trata-se de um conjunto de textos antigos que revelam aspectos quase desconhecidos do Cristianismo, incluindo evangelhos, tratados, epístolas e apocalipses, alguns datados da mesma época dos escritos canónicos da Bíblia, mas que chegaram a ser proibidos e queimados pela Igreja ortodoxa de Roma.

De acordo com Paulo Loução, da Ésquilo Edições e Multimédia, os dois primeiros volumes destes textos estarão disponíveis na língua lusa a partir deste mês nas livrarias, enquanto o terceiro volume será possível adquirir em Novembro deste ano.

Descobertos no Egipto em meados do século passado, estes escritos gnósticos, divididos em 13 livros, são considerados de grande importância por diversos historiadores devido à sua contribuição para o entendimento do cristianismo nas suas várias manifestações ao longo da História.

Introduzido durante o século XVIII, o termo gnosticismo (gnose provém do grego, que significa conhecimento) faz referência aos movimentos gnósticos cristãos que floresciam nos séculos II e III depois de Cristo.

Essencialmente, os textos do cristianismo gnóstico diferem do cristianismo ortodoxo por se referirem muito pouco a histórias da vida de Jesus e mais a questões doutrinais e metafísicas que se distanciam da linha seguida pela Igreja Católica Romana.

Algumas diferenças concretas passam por uma leitura simbólica e não literal dos livros sagrados, a procura da salvação através do conhecimento e não pela fé, e também o conceito de ressurreição, que não se refere ao corpo, mas sim à iluminação espiritual da consciência.

Originalmente escritos em língua copta, nos dialectos sahídico e subacmímico, os textos de Nag Hammadi foram traduzidos para castelhano com a direcção dos catedráticos António Piñero, José Montserrat Torrens e Francisco García Bazán.

Por seu turno, este trabalho em castelhano foi traduzido para o português por Luís Filipe Sarmento, com a revisão científica de António de Macedo, especialista em cristianismo primitivo e docente de Esoterologia Bíblica na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Os textos serão editados em três volumes, sendo que o primeiro se intitula O Livro Secreto de João e outros Textos Gnósticos, o segundo contém os Evangelhos Gnósticos e o terceiro inclui Apocalipses e outros Textos Gnósticos.

Na quinta-feira, as obras serão apresentadas no Salão Nobre do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, com a presença do professor António de Macedo.

Na altura, António Piñero fará uma comunicação sobre o tema Contexto Cultural e Social da Biblioteca copto-gnóstica de Nag Hammadi.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 26 Jun 2005 10:09

O governador da cidade angolana de Huambo, António Paulo Kassoma, vai estar presente no dia 27 de Junho em Ponte de Lima, para o lançamento do livro Memórias e Trabalhos da Minha Vida, da autoria do General Norton de Matos.

Segundo avança a autarquia em comunicado, esta iniciativa tem por objectivo "aprofundar as relações de amizade e experiência entre esta Vila e aquela Província".

O governador angolano e a sua comitiva iniciam a visita à cidade natal do General Norton de Matos, fundador da cidade de Huambo, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Ponte de Lima, às 10h00.

Pelas 18h00, no Auditório da Câmara, é apresentada esta reedição da Imprensa da Universidade de Coimbra, que será debatida por Luís dos Reis Torgal, através de uma abordagem à vida desta figura histórica que morreu há cinquenta anos atrás.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 29 Jun 2005 09:10

Mais de meio milhar de peças do acervo da Biblioteca Pública de Évora (BPE) incluindo uma Bíblia de pergaminho do século XIII vão ser apresentadas, a partir de quarta- feira, numa exposição sobre o bicentenário da instituição.

A mostra sobre a história e o acervo da BPE, uma das mais antigas e ricas do país, vai ser apresentada no Palácio de D.Manuel, em Évora, no âmbito das comemorações do bicentenário da instituição, que decorrem desde Março e até ao final deste ano.

Intitulada "Um Tesouro de Sabedoria - Biblioteca Pública de Évora: Passado, Presente e Futuro", a exposição, aberta até finais de Outubro, evoca a história e momentos mais marcantes da vida da instituição, abrangendo mais de 500 peças do seu acervo.

Além de uma Bíblia de pergaminho do século XIII, vão ser expostos mapas de Bocarro, que remetem para sítios exóticos e distantes como os da Ilha do Maranhão, de S.Tomé de Meliapor ou do Reino de Candy (Ceilão).

Estarão igualmente expostos incunábulos, livros raros dos séculos XVI, XVII e XVIII, pergaminhos e exemplares escritos em outras línguas, com destaque para o Pentateuco Hebraico, a par de algumas das raridades que integram o Gabinete de Curiosidades de Frei Manuel do Cenáculo, fundador da Biblioteca de Évora, em 1805.

Para complementar a exposição, será publicado um catálogo que conta com a colaboração de diversos professores universitários e investigadores, entre eles Francisco Vaz, Teresa Fonseca, Joaquim Caetano (Director do Museu de Évora), Artur Goulart (Coordenador do Inventário da Diocese de Évora) e do poeta Manuel Gusmão.

No arranque das comemorações, o director da BPE, José António Calixto, anunciou para Outubro um novo serviço de empréstimo domiciliário de livros aos leitores.

"A criação do novo serviço vai constituir um dos marcos das comemorações dos 200 anos da BPE", afirmou José António Calixto, destacando o "carácter de mudança" dos festejos, em que se integra também o lançamento da primeira pedra do novo complexo que vai albergar a instituição.

O "Fórum do Conhecimento Frei Manuel do Cenáculo" vai ser construído na periferia da cidade para acolher, além da BPE, o arquivo distrital e a futura biblioteca municipal de Évora, num investimento superior a cinco milhões de euros.

A mudança deve-se ao facto da BPE e do arquivo distrital funcionarem em edifícios do centro histórico, na acrópole da cidade, sem condições adequadas, com falta de espaço e em situação precária há vários anos.

O "carácter de mudança" perspectiva também, segundo o director da BPE, contrariar a tendência de diminuição do número de leitores que se tem registado nos últimos anos.

"Na última década, a BPE perdeu metade dos seus leitores", reconheceu José António Calixto.

Sob o lema "Comemorar com os olhos no futuro", o bicentenário vai ser assinalado ao longo deste ano com um conjunto de iniciativas culturais, como ciclos de conferências e de cinema, exposições e espectáculos de teatro e música.

Com o alto patrocínio do Presidente da República, Jorge Sampaio, as comemorações envolvem também palestras sobre a imprensa regional, exposições de pintura, fotografia e documentais.

Uma das mais antigas e mais ricas bibliotecas do país, a BPE é desde 1931 beneficiária do Depósito Legal, o que, segundo o seu director, "tem contribuído para a sua riqueza e abrangência em termos de bibliografia corrente, ascendendo as suas colecções a mais de 612 mil volumes".

O espólio da biblioteca, com "espécies raras e únicas no mundo", inclui 664 incunábulos e 6.445 livros impressos do século XVI, além de vários núcleos de documentos manuscritos, de cartografia, música impressa e mais de 20 mil títulos de publicações periódicas.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 29 Jun 2005 09:13

O presidente da Câmara de Lisboa mandou suspender a demolição, iniciada na semana passada, da casa onde viveu o escritor em Campo de Ourique, anunciou o gabinete da presidência da autarquia.

O prédio, nos números 66 e 68 da Rua Saraiva de Carvalho, pertence ao actual ministro da Economia, Manuel Pinho, que obteve da Câmara de Lisboa licença para demolir o edifício e construir um projecto do arquitecto Manuel Tainha, com um apartamento T3, dois T4 e um duplex.

"O presidente da Câmara de Lisboa deu hoje ordem de suspensão da demolição da casa onde viveu Almeida Garrett", uma decisão tomada após uma visita ao local e após uma reunião com a vereadora do Urbanismo, Eduarda Napoleão, e a vereadora da Cultura, Maria Manuel Pinto Barbosa, afirma o gabinete de Santana Lopes.

Por lei, esta suspensão vigora por seis meses, podendo ser prorrogada por igual período, o que significa que, neste mandato liderado por Santana Lopes, a casa já não será demolida.

O autarca justifica a medida com a intenção de remeter a decisão para o próximo presidente da Câmara. A demolição do prédio começou na semana passada, apesar de mais de 2.300 pessoas terem subscrito em Fevereiro uma petição defendendo a preservação do edifício e a sua transformação numa casa-museu dedicada à memória do escritor.

Várias personalidades, como o deputado socialista Manuel Alegre ou o director do Centro Nacional da Cultura, Guilherme de Oliveira Martins, e diversos organismos, como a Sociedade Portuguesa de Autores, o Pen Clube, a Associação Portuguesa de Escritores e o partido Bloco de Esquerda, manifestaram-se a favor da preservação da casa.

Também o Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR), organismo tutelado pelo Ministério da Cultura, recomendou à autarquia lisboeta a classificação do edifício como imóvel de interesse municipal.

Na altura, a vereadora do Urbanismo, Eduarda Napoleão, explicou que tal distinção não produziria efeitos retroactivos, uma vez que as licenças de demolição já tinham sido emitidas e, como tal, o proprietário tinha direitos adquiridos.

A Câmara de Lisboa defendeu então que fosse o Ministério da Cultura a adquirir o imóvel, mas, por seu turno, este organismo sugeriu à autarquia que realizasse uma permuta entre esta casa e um prédio municipal e apelou à sociedade civil para que se empenhasse na dinamização da casa.

No comunicado, o gabinete de Santana Lopes sublinha que "este imóvel esteve vários anos devoluto, sem que o proprietário do imóvel e qualquer entidade a nível local e central tivessem feito alguma coisa para alterar esta situação, o que levou à sua profunda degradação, servindo inclusive de refúgio a sem-abrigo".

Santana Lopes recorda ainda que, quando o Município recebeu o pedido de demolição do proprietário do imóvel, o IPPAR informou a autarquia de que o edifício "não era objecto de qualquer tipo de classificação ou protecção especial".

"A Câmara Municipal de Lisboa defendeu como solução que fosse o próprio Ministério da Cultura a adquirir a casa, até porque, como é público, o proprietário do imóvel é um ministro do mesmo Governo", adianta o comunicado.

O gabinete de Santana Lopes acrescenta que, "após um tempo de espera para que houvesse uma solução do Ministério da Cultura para que esta situação se alterasse, o presidente deu ordem de suspensão da demolição do imóvel, porque entende que a casa onde viveu Almeida Garrett não deve ser demolida".

"O presidente da Câmara considera que, por uma questão de bom-senso, a utilização futura deste edifício deverá ser decidida" pelo seu sucessor, frisa o comunicado.

Com esta decisão, o autarca quer garantir a preservação do imóvel, "permitindo ainda que o município possa decidir em conjunto com o Ministério da Cultura, os moradores de Campo de Ourique e com os defensores da 'Casa Almeida Garrett' uma solução para o futuro da casa onde viveu tão destacado vulto da cultura portuguesa".
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 30 Jun 2005 09:02

O governo francês decidiu atribuir as insígnias com o Grau de Oficial das Artes e Letras à escritora Lídia Jorge.

De acordo com o Instituto Franco-Português, em Lisboa, o embaixador francês em Portugal, Patrick Gautrat, fará a entrega das insígnias em nome do governo de França numa cerimónia a realizar dia 5 de Julho na Embaixada daquele país.

A escritora Lídia Jorge, com vários livros traduzidos para francês, tem mantido com o país laços de amizade e cooperação e o seu livro O Vento Assobiando nas Gruas foi considerado um dos grandes romances do ano quando foi publicado em França.

O romance integrou mesmo a primeira selecção do Prémio Fémina 2004 para o romance estrangeiro, tendo sido um dos finalistas do Prémio Leitoras da revista Elle, pelo que o governo francês decidiu agraciar Lídia Jorge com a mais alta distinção atribuída no país no domínio das artes.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 04 Jul 2005 08:58

O 22º Festival Internacional de Teatro de Almada, que homenageará o cineasta português Artur Ramos, começa hoje com o recital de poesia de Mário de Sá-Carneiro Manucure, a cargo do actor João Grosso.

Até 18 de Julho, 23 grupos, 11 dos quais portugueses, vão apresentar 26 produções de teatro, dança, poesia e mímica.

Espanha, França, Itália, Canadá, Colômbia, Brasil e Argélia são, além de Portugal, os países representados no evento.

Organizado em conjunto pela Companhia de Teatro de Almada (CTA) e pela Câmara local, a edição deste ano do certame dedica especial atenção à poesia portuguesa.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13870
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Curtas e quentes

Postby Thanatos » 05 Jul 2005 08:53

O escritor holandês Karel Glastra van Loon, autor de Fruto da Paixão, faleceu dia 1 de Julho, vítima de um tumor cerebral.

Nascido em Amesterdão, em 1962, Karel van Loon trabalhou como jornalista para várias publicações diárias e a televisão.

Na literatura, estreou-se com o livro de contos Vannacht is de wereld gek geworden, nomeado para o ECI Prize, e um dos contos ganhou, em 1997, o Rabobank Spring Prize.

O seu primeiro romance, Fruto da Paixão, editado em Portugal pelas Publicações Dom Quixote, foi galardoado com o o Generale Bank Prize, em 1999, tendo sido traduzido para 14 línguas e permanecido ao longo de vários meses nos primeiros lugares dos livros mais vendidos.
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!


Return to “Notícias Literárias”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 7 guests

cron