Amo-te

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Amo-te

Postby Drops » 31 May 2005 15:02

As pessoas choram por muitos motivos, choram de dor, de tristeza, de felicidade, de emoção, choram de raiva, de saudades, de amor, de ódio. Choram porque estão sensíveis, choram a fingir, choram a sério. Choram os novos e os velhos, homens e mulheres, fortes e fracos. Choram por tudo, choram por nada, choram porque acreditam, choram porque duvidam, choram por solidariedade, choram por condescendência. Choram com sol ou chuva, calor ou frio, a ver um filme a ler um livro, sozinhas ou no ombro de alguém, choram os corações e as almas…
Eu não choro, as lágrimas parecem ter secado, mas se chorasse agora, se conseguisse ao menos chorar, chorava por não poder chorar no teu ombro, chorava porque não me amas, e eu preciso de alguém que me diga que vai correr tudo bem, e que seque as minhas lágrimas com beijos. Quero chorar porque a vida é injusta, e não te tenho para me dizeres se tenho ou não razão, queria que agarrasses o meu coração antes que ele se partisse. Um choro abafa o outro, e às lágrimas não correm.
Sinto raiva de mim mesma por isso, raiva por não conseguir dizer o que devia quando devia, raiva por não te ter, raiva por não saber sequer se estou disposta a continuar à tua espera.
Quero gritar, quero chorar, quero poder sair e procurar um refúgio, mas sou prisioneira dos meus próprios erros, se é que foram os meus erros que me ditaram a sentença. Queria um amigo… mais que um amigo, um cúmplice, queria-te a ti para meu cúmplice, para meu ouvinte, para falarmos os dois, pala nos calarmos os dois, para partilhar uma compreensão além do carinho e da amizade, uma fusão de duas almas que se completam, que crescem quando estão juntas, e se resignam à realidade quando estão separadas. Queria que sentisses o mesmo, mas se o sentes não o mostras, ou vais mostrando, subtilmente, com pequenas gentilezas que depois disfarças com um sorriso inocente, de quem fez ou disse algo apenas por acaso.
Será que deixas assim tanta coisa ao acaso? Passei assim tão despercebida? A minha alma não disse nada à tua?
Queria saber que sou amada, aquele sentimento que te aquece, que te dá a segurança para continuares a andar em frente.
Amo-te, amo-te, amo-te, amo-te, amo-te, amo-te será que tenho de gritar mais alto?
[size=100]AMO-TE![/color]
Será que tenho que escrever uma carta aos Deuses? A dizer nada mais que isto?
Amo-te.
Será que tenho que guardar estas lágrimas para sempre? Será que tenho que descobrir um outro alguém a quem o possa dizer?
Amo-te.
Será que a minha alma vai ter que ir procurar outra com quem crescer? Será que tenho que ser triste para sempre, como penitência por te amar tanto, mas não ter coragem de to dizer directamente?

[size=50]amo-te[/color]

2004
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Amo-te

Postby Samwise » 07 Jun 2005 16:31

Um texto à volta do acto que mais custa na vida (acho...): o dizer ao outro as palavras que vão mudar tudo (de uma maneira ou de outra)!

Um texto que é um desabafo em letras grandes.

Gostei. Não sei mais o que te dizer Drops... as minhas palavras já secaram, tal como as tuas lágrimas.

SamW
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

User avatar
Drops
Dicionário
Posts: 709
Joined: 04 Jan 2005 03:49
Location: somewhere over the rainbow
Contact:

Re: Amo-te

Postby Drops » 07 Jun 2005 19:36

:blush:
As lágrimas secaram mesmo.
Mas espero que as tuas palavras regressem em breve.

Thank you Sam ;)
"I'm not crazy I'm just a little unwell..."


Return to “Drops”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron