Page 1 of 1

Raios de Sol

Posted: 02 Aug 2005 20:24
by Maloveci
" Raios de Sol "

Consegui abrir a janela e lá fora parece, apenas parece, que deixou de haver escuridão porque o Sol parece que resolveu mostrar-se, na sua verdadeira essência no seu verdadeiro sentido .
Eu estava a precisar, os dias andavam pouco claros, escuros, escuros demais .
Escuros e sem qualquer resto ou chama de luz .

Ele estava ali sempre mas não se deixava mostrar,porque seria ? Eu até me habituei a vê-lo ao longe mesmo sem brilho, mas com presença ... bastante presença, este Sol nem sabe o que pequenos raios de calor que ele emana fazem bem à minha alma, ao meu estado de espírito, à minha alegria que pensava perdida (ou ainda penso).

Esta luz (muito, mesmo muito ao fundo do túnel) chegou a ser sufocante por breves instantes porque parecia não compreender verdadeiros sentidos da palavra amizade, apenas amizade, a tal amizade que eu procurava naquela colina .

Tive que encontrar a chave certa para abrir aquela janela, pelos menos por breves momentos, leia-se palavras, consegui abri-la para ouvir, apenas ouvir, o que se passava com aquele Sol que deixou de brilhar para o mundo onde também mora o meu, pequeno de tamanho mas ... grande de sentimentos .

O Sol (pelo seu brilho eu conseguia perceber a mensagem) dizia-me que andava lá mas também teria que iluminar outros espaços do mundo, do seu mundo um mundo só dele que para lá entrar é muito difícil, muito mesmo, mas eu já estive no seu interior e constatei que o brilho que ele emana não é só exterior, tem um brilho interior que só eu conheço ... mais ninguém .

Um brilho que se transbordar para fora dele ... é lindo, muito mesmo, mas eu habituei-me a compreender este Sol que não pode ser igual aos outros senão, não o considerava tão especial .

Este Sol que ontem senti (pelo seu brilho), pediu-me desculpa por não aparecer mais vezes, disse-me que não faz por mal, mas que precisa também do seu espaço porque como se sabe é enorme, gigantesco, louco de correria e de incertezas ... muitas incertezas (acho eu ! ) .

Mas no melhor momento desta troca de sentidos de repente o Sol transformou-se em Lua e foi-se deitar ... eu compreendi (eu compreendo sempre ), porque nesse dia estava frio, muito frio, um frio que fazia com que palavras trocadas entre eu e ele ausentassem-se com erros .

Erros sem maldade e com alguma alegria momentânea que nem pelo facto de estar a acontecer sem som(acho que ele pensou que o momento deveria ser de silêncio ...) não alterou a conversa (leia-se transferência de pensamentos) que tornou-se agradável, muito mesmo, pelo menos para mim, será que para ele também ?

O Sol segredou-me que vai voltar mais vezes, mesmo que a janela esteja fechada ou que a chave para abri-la esteja partida .

Assim desejo que estes raios de Sol voltem por mais do que breves segundos porque considero que .... mereço . :( :(

Re: Raios de Sol

Posted: 03 Aug 2005 14:02
by Drops
Para ti, hoje carrego apenas uma abraço envolto em silêncio...

beijo grande, muito grande

[size=150]*[/color]

Re: Raios de Sol

Posted: 08 Aug 2005 23:24
by Maloveci
********************************************************************

Pelos últimos comentários das minhas "palavras trocadas" já me apercebi que sou uma nódoa a escrever ou então não se enquadrada em nada neste espaço a que chamaram de prosa .

********************************************************************

Não sei escrever de outra forma, não consigo escrever de outra forma .
Sou eu que estou errado em pensar que um dia poderia escrever para o mundo e de uma maneira metafórica exprimir sentimentos que alguns têm vergonha .
Ou então é a pobreza de palavras que eu aqui transmito que não têm qualquer valor estilístico (podem alguns pensar) .
Foi num qualquer dia que pensei em escrever para o mundo que me rodeia aquilo que sinto, porque o outro (estúpido) ... nem quer saber que eu existo .
Não, não ... estas palavras não são de tristeza, porque essa foi roubada à muito, e já a viram acompanhada pela alegria .

Maloveci
(08/08/2005)

Re: Raios de Sol

Posted: 09 Aug 2005 12:08
by Samwise
Maloveci wrote: Ou então é a pobreza de palavras que eu aqui transmito que não têm qualquer valor estilístico (podem alguns pensar) .

Nonsense!!!!

Mais do que o valor das palavras, nos teus texto encontro o valor dos sentimentos!
E isso é muito mais valioso (e difícil de exprimir) do que qualquer outra coisa.

Como já disse... a pena que eu tenho é que o Sol não brilhe mais vezes nas tuas linhas (e durante mais tempo).

SamW

Re: Raios de Sol

Posted: 09 Aug 2005 17:29
by Cerridwen
Maloveci wrote: ********************************************************************

Pelos últimos comentários das minhas "palavras trocadas" já me apercebi que sou uma nódoa a escrever ou então não se enquadrada em nada neste espaço a que chamaram de prosa .

********************************************************************

Não sei escrever de outra forma, não consigo escrever de outra forma .


Um comentário de que não estava à espera.
Não considero que sejas uma "nódoa a escrever", não gostei muito deste texto em termos de escrita, acho que poderia ter sido um pouco mais trabalhado, mas no geral gosto muito daquilo que escreves.

Não transmites palavras "pobres", muito pelo contrário e é isso que dá valor aos teus textos, são os sentimentos presentes neles, as palavras como são expressas de modo que mostram ao leitor aquilo que verdadeiramente sentes.
Eu sou da opinião de que o mais importante é escrevermos por gosto. Aqui para nós "que ninguém nos ouve", se não fosse por gostar de escrever há muito que o tinha deixado de o fazer.

Continua a escrever. Lembra-te sempre de que embora algumas pessoas não manifestem a sua opinião, não quer dizer que não gostem daquilo que leram ou que o texto não lhes tenha "tocado". :)

Re: Raios de Sol

Posted: 21 Aug 2005 22:49
by Maloveci
Cerridwen e Samwise ... foi um desabafo de palavras de um dia menos bom :( :( sorry, sorry, sorry :bow: :bow:

... tens razão Cerridwen : "o mais importante é escrevermos por gosto" :tu:

:pub: SEMPRE !!!!


(Só agora consegui responder porque fiquei sem anti-virus durante um tempo)