Page 1 of 1

Jogo impossível

Posted: 29 Mar 2008 02:13
by Maloveci
Jogo impossível

Um desassossego de mundo, este em que eu vivo que nem reconheço o meu respirar. Outrora não era assim.
Curioso que nunca nos conseguimos distanciar do passado e muitas vezes pergunto-me porque não é sempre passado? Bem, mas o passado de boas memórias associado ao presente que gostamos.

Porque é que nunca podemos escolher o melhor para nós? Nem mesmo o sítio onde vivemos é escolhido à nossa vontade. Porque vivo aqui e por exemplo não na Islândia?
A vida poderia ser um jogo em que a meio deveria haver oportunidade de mudarmos para bem longe, muito bem longe deste sítio, se o jogo não nos corresse bem.Não, não é fugir, é apenas ter uma segunda oportunidade.

O mundo é tão grande que deveria ser possível, mas com uma condição/obrigação: Levar quem tu mais gostas sem a obrigares claro, porque os outros também jogam …
Eu escolhia-te a ti, mas claro que terias de despir todo esse preconceito que te mascara a imagem.
Queria-te assim, pura aos meus olhos com a atenção que eu mereço por tantos anos de desprezo e ausência de afecto, ternura. Estes últimos…adjectivos de tudo o que eu não sinto há anos da tua parte.

Porque será que lá no fundo não acredito que esta situação alguma vez possa existir? Será pessimismo ou é apenas as certezas que a vida já me deu e estou familiarizado em lidar sempre com este tipo de NÃO?

Se houvesse a “máquina do tempo” será que então esta situação seria possível ou seria considerado um jogo viciado? Mas também o mundo não anda viciado? A tua maneira de ser não é viciada pelo mundo? Tu não achas que vicias o jogo com a tua maneira de ser? Mas chega de falar de ti, porque sabes? Este é de certeza um Jogo Impossível, porque é impossível viver assim para sempre a suspirar por ti. Adeus.

Re: Jogo impossível

Posted: 29 Mar 2008 23:55
by lucialourenco
"As certezas só o são hoje... o mundo está cheio de certezas... efémeras..."

:rolleyes:

Os jogos, são sempre impossíveis, até ao fim... até ao ganhar ou perder... são mesmo essas, as "regras do jogo"!