Mario Puzo

Escolha um autor e fomente uma discussão sobre a sua obra e a sua vida
ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Mario Puzo

Postby ApoK » 09 Feb 2005 01:40

MARIO PUZO

[img]http://news.bbc.co.uk/olmedia/730000/images/_733145_puzo150.jpg[/img]

"A lawyer with a briefcase can steal more than a thousand men with guns."

O Autor:

Mario Puzo nasceu a 15 de Outubro de 1920 no seio de uma família imigrante em "Hell’s Kitchen" – West Side de Manhattan – Nova Iorque. O seu destino como escritor ficou traçado a partir do momento que tomou conhecimento de bibliotecas públicas e do mundo literário.

Após servir na Força Aérea dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, Puzo estudou na New School for Social Research e na Universidade de Colômbia tendo frequentado simultaneamente aulas de literatura e de escrita criativa. Casou em 1946 com Erika Broske com quem teve cinco filhos.

A sua primeira história a merecer honras de publicação, The Last Christmas, surgiu numa colecção de contos de nome American Vanguard onde figuravam trabalhos de autores como William Styron e Warren Adler. Em 1955 foi publicado o seu primeiro livro, Dark Arena.

A partir de 1963, Puzo trabalhou como jornalista freelance e como escritor. Escreveu para inúmeras revistas e publicou várias críticas literárias, contos e outros artigos de opinião.

Em 1965 lança o seu segundo livro, Fortunate Pilgrim que relata a história de uma família de imigrantes italiana e a sua inserção na sociedade americana durante o século XX. Importa referir que nenhum dos seus dois primeiros livros se tornou num sucesso financeiro embora tenham recebido boas críticas por parte da impressa da especialidade.

O confirmar do talento de Puzo e o seu vingar definitivo nos circuitos mundiais de vendas literárias ocorreu em 1969 com a publicação do famoso The Godfather, o romance sobre a Máfia, corrupção, violência e honra que permaneceu na lista de "best-sellers" durante sessenta e sete semanas.

O impacto desta obra na sociedade Americana confirmou-se com a adaptação que em 1972 (The Godfather) e 1974 (The Godfather: Part II) sofreu para os ecrãs de cinema com a participação de nomes como Marlon Brando, Al Pacino, Robert de Niro, Robert Duvall, James Caan, entre outros. O filme conquistou uma quantidade considerável de Óscares incluindo duas vezes a categoria de “Melhor Filme” e “Melhor Guião”, facto até hoje inédito para uma sequela.

O último filme da saga - The Godfather: Part III – que embora não sendo baseado no livro original tenha sido escrito por Copolla e Puzo, não alcançou o sucesso comercial dos seus antecessores nem foi bem visto pelos olhos da crítica cinéfila.

Entre os seus outros trabalhos destacam-se: Fools Die, <a href='http://www.bbde.org/index.php?showtopic=311&st=0&#' target='_blank'>The Last Don</a>, Omertà e o livro para crianças The Runaway Summer of Davie Shaw.

Mario Puzo morreu de complicações cardíacas a 2 de Julho de 1999 na sua residência em Long Island, Nova Iorque.


A Obra – Data de publicação – Comentário do autor[list]Ficção
</li>[*]The Dark Arena (1955) – "I think The Dark Arena is a very good book - very derivative of Hemingway, as many first novels are.”</li>[/*:m][*]The Fortunate Pilgrim (1965) – "The Fortunate Pilgrim is my best and most literary book. And, even though it was very well received by the critics, it made no money."</li>[/*:m][*]The Godfather (1969) – "I think The Godfather is a perfectly-executed book, with great invention of story."</li>[/*:m][*]Fools Die (1978) – "Fools Die is my personal favorite. I thought I tried some new things in fiction, and I was very happy when it was a success."</li>[/*:m][*]The Sicilian (1984) – The Sicilian was a fun book to write. A reprise of the Mafia, but in Sicily."</li>[/*:m][*]The Fourth K (1990) – "The Fourth K was a commercial failure but it was my most ambitious book."</li>[/*:m][*]<a href='http://www.bbde.org/index.php?showtopic=311&st=0&#' target='_blank'>The Last Don</a> (1996) – "The Last Don I like very much because of its energy, and vitality, and invention of story."</li>[/*:m][*]Omertà (2000)</li>[/*:m][*]The Family (2001)

Outros
</li>[/*:m][*]The Godfather Papers & Other Confessions (1972)</li>[/*:m][*]Inside Las Vegas (1977)

Livros Infantis
</li>[/*:m][*]The Runaway Summer of Davie Shaw (1966)</li>[/*:m][/list:u]Elaborado por: José Carvalho (ApoK)
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Mario Puzo

Postby Samwise » 09 Feb 2005 11:24

ApoK wrote: O filme conquistou uma quantidade considerável de Óscares incluindo duas vezes a categoria de “Melhor Filme” e “Melhor Guião”, facto até hoje inédito para uma sequela.

O último filme da saga - The Godfather: Part III – que embora não sendo baseado no livro original tenha sido escrito por Copolla e Puzo, não alcançou o sucesso comercial dos seus antecessores nem foi bem visto pelos olhos da crítica cinéfila.

Permitam-me acrescentar mais uma curiosidade acerca dos dois primeiros filmes....
A personagem de "Don Corleone" permitiu outra coisa inédita na história do cinema: Dois artistas diferentes ganharam o Oscar de melhor actor por interpretarem o mesmo papel (em momentos distintos da hitória, entenda-se). Marlon Brando "inaugurou o marcador" no primeiro Padrinho e Robert de Niro fechou a contagem no segundo capítulo da saga. Dois Oscares para " Don Vito Andolini 'Corleone' ".

Quanto ao tercerio volume... não tendo tido o mesmo sucesso dos anteriores junto das plateias, não deixou de ser elogiado pela crítica. Internacionalmente talvez não tenha tido o mesmo eco que cá em Portugal... mas lembro-me bastante bem das críticas do "Público" e do "Expresso": tudo cinco estrelas (e estes dois jornais raramente estão em concordância nas críticas cinéfilas...).

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: Mario Puzo

Postby ApoK » 09 Feb 2005 20:20

Na minha opinião, que vale o que vale, considero que a Part. III do The Godfather é bastante inferior às duas primeiras. E a verdade é que o The Godfather Part. III não recebeu os prémios que os outros haviam recebido. As personagens são francamente mais fracas, os actores, com algumas excepções, também deixam algo a desejar (tudo isto em relação aos dois filmes precedentes).

No entanto, não deixa de ser um bom filme.
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791

User avatar
Thanatos
Edição Única
Posts: 13871
Joined: 31 Dec 2004 22:36
Contact:

Re: Mario Puzo

Postby Thanatos » 10 Feb 2005 12:27

Não tem muito a ver com Puzo mas como a discussão anda tripartida por 3 tópicos nalgum sítio teria de a colocar. Veio-me à atenção este artigo sobre o romance The Maltese Falcon que tem umas considerações interessantes sobre o género policial/mistério/detectivesco. Dêem uma olhada: <a href='http://www.indystar.com/articles/5/221069-6595-047.html' target='_blank'>http://www.indystar.com/articles/5/221069-6595-047.html</a>
Não importa como, não importa quando, não importa onde, a culpa será sempre do T!

-- um membro qualquer do BBdE!

ApoK
Enciclopédia
Posts: 798
Joined: 31 Dec 2004 11:55
Location: Porto
Contact:

Re: Mario Puzo

Postby ApoK » 10 Feb 2005 21:45

Depois de ter lido esse texto suponho que esta tua intervenção derivou daqueles comentários que eu e o Samwise trocamos em relação a outros autores do mesmo estilo de Mario Puzo.

Li aquilo meio na diagonal mas pelo que entendi refere alguns aspectos do evoluir de um estilo literário ou até mesmo da genesis dos livros de crime/thriller/policial actuais.
<b>"Deixem-me ouvir, uma vez mais, esses sons que foram, durante tanto tempo, a minha consolação e alegria."</b><br />W. A. Mozart - December 5th, 1791


Return to “Autores”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron