Page 1 of 3

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 02 Jan 2005 13:21
by Thanatos
Em certa medida essa acaba por ser uma característica típica dos autores russos, a descrição do quotidiano miserabilista as agruras das famílias que vivem da mão para a boca...

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 09 Jan 2005 16:46
by Archie
Como já referimos pela segunda vez Jack, aqui no BBDE não estamos associados a pirataria. Por favor...não obrigues a um terceiro aviso ;)

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 20 Jun 2006 23:23
by Lord Wimsey
Dostoievski sempre é bom para pousar casca de amendoins e aquela coisa transparente dos tremoços.
Bola e moças é que é.

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 21 Jun 2006 10:34
by Samwise
:lol!: "Bola e Moças"... rica coisa para um Lord. :P

Acerca de Dostoievski... ando com muita curiosidade em pegar nele... há uns tempos atrás sugeriram-me o "Ofendidos e Humilhados", e já vi que tenho lá em casa "O Idiota" (tradução antiga, em que o autor é "Fedor" e não "Fiodor")...

Outros autores russos... hmmm... eu que nunca li nenhum (hahaha) sugiro o Pasternak, o Tolstoi e o Lem. Sugiro porque são aqueles que ando de olho em...

Sam

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 21 Jun 2006 12:09
by Riobaldo
Eu estou como tu Sam, não li nada dos russos. Mas tenho curiosidade. Já tenho o vol II dos contos de Tchéckov. Também tenho "O Jogador", de Dostoievsky. Hei-de lê-los um dia destes. Quero ler também Tolstoi (talvez o "Guerra e Paz") e o "Crime e castigo" do Dostoievsky.

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 21 Jun 2006 14:54
by pedroi
Samwise wrote:Outros autores russos... hmmm... eu que nunca li nenhum (hahaha) sugiro o Pasternak, o Tolstoi e o Lem. Sugiro porque são aqueles que ando de olho em...

Sam
[right][snapback]23167[/snapback][/right]


Se este Lem é o Stanislaw Lem ele não era russo era polaco ;) .

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 21 Jun 2006 15:02
by Samwise
pedroi wrote:Se este Lem é o Stanislaw Lem ele não era russo era polaco  ;) .
[right][snapback]23177[/snapback][/right]


Era esse mesmo. :rolleyes:

Sam

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 26 Jun 2006 16:51
by Lord Wimsey
De dostoievski li alguns - o eterno marido, o jogador, cadernos da casa morta, contos -, mas o melhor de todos é indiscutivelmente 'o idiota'.
Talvez o maior livro russo de sempre, o Idiota retrata a vida levada por um homem: a personificação de todos os valores que a sociedade hipocritamente toma como seus e chama de verdadeiros, nobres - humildade, obediência, inteligência, caridade, etc, etc. Mas esse retrato não esconde, mostra até com grande relevância, a forma como esses mesmo valores são desprezados, uma vez representados por uma pessoa.

hei-de ler também o Crime e Castigo, dizem que é bom ;)

Quanto a pasternak, não gostei do início do doutor jivago ... demasiados folhinhos; quanto a tolstoi, guerra e paz e anna karenine são obrigatórios.

Quem é esse Lehm? :D

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 26 Jun 2006 17:03
by Samwise
Autor do famoso "Solaris", adaptado ao cinema em 1972 pelo russo (esse sim) Andrei Tarkovsky, e mais recentemente pelo cineasta Steven Soderbergh.

Sam

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 04 Jul 2006 10:22
by Cerridwen
Estou a ler um livro de Dostoievsky, denominado Gente Pobre é o primeiro que leio deste autor e também deste movimento que é o realismo.

Em relação à escrita, ao vocabulário, não há nenhum estilo pessoal nem vocabulário próprio, na escrita de Dostoievsky, parece-me.

Quanto às descrições, não são nada por aí além.

O elemento principal deste autor será talvez a crítica social. E a crítica refere-se à sociedade do século XIX, recentemente industrializada, com grandes diferenças entre classes pobres e classes abastadas, operários com poucos ou nenhuns direitos, novas cidades industrializadas e imundas. Um panorama bastante diferente do actual, e que leva o leitor a por vezes não ficar muito seduzido pelo livro.

Re: Fiodor Dostoievski

Posted: 05 Jul 2006 00:10
by Lord Wimsey
Muito pelo contrário, mesmo reflectindo essa realidade do sec.XIX que referiste, os livros de dostoievsky estão imbuídos de intemporalidade — a critica presente em o Idiota nao se desvaneceu com o passar dos anos, ou no caso do Eterno marido, nem essa personagem morreu (talvez nunca tenha estado tao viva), tal como o sistema que as cria e alimenta; podia ainda falar dos irmaos karamazov, do jogador (esse entao...). Podíamos ainda falar dos campos da sibéria (que desde a morte de dostoievsky até aos nossos dias já foram actualizados várias vezes lol), das torturas, prisões, dos criminosos: de quem pratica o crime e a ‘mão invisivel’ que o conduz para o crime em vez de redireccionar para a vida civil.De todos os momentos retratados nas obras de dostoievsky onde o homem se vê despojado de tudo — liberdade, paz, vida, propriedade, deus — são, mais do que denúncias concretas, encaixadas numa epoca definida, provas de um conhecimento profundo do que o homem é. Avisos, conselhos. Daquilo que convém ser ou não ser.

há poucos escritores tão profundos, essenciais, radicais como dostoievsky. Mesmo quanto à época concreta que retrata, esse retrato vale muito pela imagem alternativa que nos dá do ‘século da luz’