Page 1 of 1

Dia do Pai

Posted: 18 Mar 2010 23:52
by Pedro Farinha
Amanhã vão correr para mim e abraçar-me e logo depois afastarem-se, meios constrangidos com a demonstração pública de afecto. Vamos andar os três lado a lado, os passos a emaranharem-se uns nos dos outros e as palavras a atropelarem-se enquanto cada um tenta contar algo divertido que se passou no seu dia.

Depois haverá momentos de silêncio e de sorrisos cúmplices em que nos sentiremos ainda mais próximos do que quando falamos, os olhares a convergirem para um barco que passa ao fundo, ou apenas para as folhas a voarem ao vento. Olharei para vocês e terei a certeza absoluta que estaremos sempre juntos, mesmo quando não o estamos.

Depois, para evitar a pieguice, iniciaremos a sessão de parvoíces, das gargalhadas ao vento e das pequenas picardias. O dia decorrerá pela noite dentro e ninguém terá vontade de ir para a cama ou sentirá o peso das horas nas pálpebras.

Finalmente, discretamente, ficarei a ouvir-vos adormecer e uma lágrima teimosa tentará escorrer pela cara abaixo, num escorrega de emoções que não permitirei, porque a felicidade de vos ter como filhos não é compatível com lágrimas salgadas.

E tudo isto será assim, não por ser dia 19 de Março mas por ser um dia do Pai.

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 01:29
by croquete
:D :D :D
Parabéns Pedro.
Belo Texto.

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 11:32
by Samwise
Muito bom, Pedro.

O pai que o acabou de ler revê-se nas tuas palavras. :)

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 12:02
by Madame Butterfly
:) Lindo
Até eu me revejo numa parte deste texto, mas tratando-se de 2 meninas, não haveria restrições em relação à pieguice ;)

:hug: Felizes dias do pai...

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 12:13
by Ripley
Texto bonito, tocante como tantos dos teus.
Há apenas uma coisa com que não concordo:
Pedro Farinha wrote:Finalmente, discretamente, ficarei a ouvir-vos adormecer e uma lágrima teimosa tentará escorrer pela cara abaixo, num escorrega de emoções que não permitirei, porque a felicidade de vos ter como filhos não é compatível com lágrimas salgadas.

As lágrimas felizes não sabem a sal, antes encerram uma doçura especial vedada a quem nunca as experimentou.

Tão doce como o teu amor pelos teus filhos, tão bem captado em mais um recorte teu.

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 13:59
by João Arctico
Pedro Farinha wrote: E tudo isto será assim, não por ser dia 19 de Março mas por ser um dia do Pai.

Gostei especialmente da forma como terminaste, daquele artigo indefinido. :bow:
Belíssimo texto :tu:

P.S. Eu sou um pouco diferente: venham as parvoíces, venham as pieguices, venham as lágrimas com sabores diversos (concordo com a Ripley ;) ) :P

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 14:26
by Lazy Cat
Pois, dia do Pai, tá bem. E não é assim durante todo o ano? Ou é só uma vez por abno que há abraços, pieguices, parvoíces, sorrisos cumplices, e acima de tudo, falta de vontade de ir dormir?

Estes dias disto e daquilo têm o dom de me irritar. Que parvoíce ter de haver um dia específico para nos lembrar-mos do pai, da mãe, do filho, da avó, do cão, do ambiente...! Por favor...

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 15:35
by croquete
Discordo.

Este tipo de "dias" são lembretes.
Sim, embora não sejam mais importantes que outro qualquer no contexto específico da parentalidade, são mesmo assim necessários para lembrar estas carcaças velhas que a parentalidade deve ser celebrada.

Eu também gosto de dizer que os gestos de amor não têm data. E não devem ter. O problema é que este enorme disparate a que chamamos de "a vida" não é feito apenas disso.

E quantas, quantas vezes não acabamos por adiar indefinidamente as coisas que são realmente importantes ?

( E agora venham de lá dizer que ficam mais estúpidos porque não percebem o que eu escrevo que ainda levam uma arrochada :pissed: )
:D <-- Na boa

:P :P :P :D :D :D
Feliz dia do que vcs quizerem

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 17:12
by Pedro Farinha
Lazy Cat wrote:Estes dias disto e daquilo têm o dom de me irritar. Que parvoíce ter de haver um dia específico para nos lembrar-mos do pai, da mãe, do filho, da avó, do cão, do ambiente...! Por favor...



Gatinha, nem parece teu, uma pessoa tão perspicaz... então tu achas mesmo que eu estou a falar do dia do pai (19 de Março) ?

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 17:20
by Thanatos
Pedro Farinha wrote:
Lazy Cat wrote:Estes dias disto e daquilo têm o dom de me irritar. Que parvoíce ter de haver um dia específico para nos lembrar-mos do pai, da mãe, do filho, da avó, do cão, do ambiente...! Por favor...



Gatinha, nem parece teu, uma pessoa tão perspicaz... então tu achas mesmo que eu estou a falar do dia do pai (19 de Março) ?



E tu também nao estás. Ela estará necessariamente a referir-se ao teu texto? Em que basta ler o início e o fim para perceber que o dia não é 19?

Chamaste-lhe gatinha. Ai, ai, a menos que tenhas certidão autorizada de tratamento amistoso passado por ela habilitas-te a uma corrida-em-osso como o grayfox já levou em tempos. Then again... até pode ser que ela goste de ti. :angel:

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 19:20
by Lazy Cat
Pois Pedro, já vi que é apenas um dia (do pai). Mas quem te mandou postá-lo hoje? :P Eu sou embirrenta com estas coisas...


Thanatos, essa ficou-te atravessada, e nem sequer foi contigo! Aposto que nem o gray ficou tão traumatizado como tu...

Re: Dia do Pai

Posted: 19 Mar 2010 20:30
by grayfox
Por acaso o psiquiatra estava com confiança que eu ia esquecer o episódio...

vou marcar mais umas sessões :(

Re: Dia do Pai

Posted: 20 Mar 2010 00:15
by Pedro Farinha
Thanatos wrote:Chamaste-lhe gatinha. Ai, ai, a menos que tenhas certidão autorizada de tratamento amistoso passado por ela habilitas-te a uma corrida-em-osso como o grayfox já levou em tempos. Then again... até pode ser que ela goste de ti. :angel:


Eu estou autorizado, ela foi adoptada como minha gatinha :)

Lazy Cat wrote:Pois Pedro, já vi que é apenas um dia (do pai). Mas quem te mandou postá-lo hoje? :P Eu sou embirrenta com estas coisas...


Eu sei que és... e eu postei isto no dia 18 :)