Page 1 of 1

Porque há uma luz que brilha para lá do horizonte

Posted: 25 Jan 2011 23:37
by Pedro Farinha
Eu estou aqui.

Se o chão não é firme, os meus passos são-no. Areias movediças tentam, debalde, arrastar-me para um abismo que recuso. Há espinhos que se cravam na carne até me rasgarem as entranhas dilaceradas, mas eu fico e permaneço.

Estou aqui.

Em vão desabam sobre mim, macaréus de argumentos estafados. Há facas de gumes tão afiados como o ciúme que em vão tentam arrancar pedaços de mim. Os teus olhos tornam-se baços e vedam-me os segredos do teu ser. Os teus braços, fechados, barram-me o calor do teu corpo. Os teus lábios cerrados, recebem frios e indiferentes os meus, mas eu vejo a estrela que cintila para lá do arame farpado.

Aqui.

Há palavras que negam os gestos. Momentos esmagados por pesos moribundos que se arrastam, e nos arrastam sem sentido. Lá fora, onde o vento baila, há uma vida não vivida que passa ao nosso lado e se encurta em dias perdidos que lastimo mas não me demovem.

Há frases gigantes que ecoam nos meus ouvidos. Barreiras que se erguem e se estendem até ao infinito. Há um frio que me cerca, me devora e me engole.

E eu, que nunca, mas nunca estaria assim aqui.

Estou aqui e estou certo por o estar.

Re: Porque há uma luz que brilha para lá do horizonte

Posted: 26 Jan 2011 13:04
by Ripley
Pedro Farinha wrote:Há frases gigantes que ecoam nos meus ouvidos.


:bow: