Extracto de coisa nenhuma

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Extracto de coisa nenhuma

Postby Pedro Farinha » 15 May 2006 20:43

Um filho não é uma prisão, disse-me ela – é uma âncora. Uma âncora ? Sim, uma âncora, um filho pode prender-nos um pouco mas é a âncora que nos segura quando a corrente nos quer arrastar e, como uma âncora, pode ser levantada e deixar-nos navegar para uma outra paragem até fundearmos de novo o barco.
Um filho é uma âncora e sem uma âncora arriscas-te a passar a vida à deriva.

A minha vida sempre foi passada à deriva, levada pela corrente ou atirada contra escolhos. Maré alta, maré vaza.

Penso nestas palavras e olho-me ao espelho. Imagino o meu corpo a modificar-se, um filho-âncora a pesar-me o ventre. Os seios a dilatarem-se a as feições a arredondarem-se. Quem poderá dizer se não serei uma melhor mãe do que fui uma filha.

Mas ela esqueceu-se de me contar um pormenor, se um filho é uma âncora: o que é o pai desse mesmo filho ?

Maloveci
Livro de Bolso
Posts: 239
Joined: 16 Mar 2005 23:27
Location: Jamaica man !!
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Maloveci » 15 May 2006 21:51

Pedro Farinha,May 15 2006, 20:42:58]
Um filho é uma âncora e sem uma âncora arriscas-te a passar a vida à deriva.


Não posso concordar com a última parte Pedro, sorry mas não :(

Apenas andamos à deriva se na vida nunca fomos amados ou padecemos de um amor impossível e aí assim, andamos à deriva .
Mesmo sendo este um sentimento feminino ...


Mas espero o desenvolvimento da interrogação ;)
<!--coloro:#0000FF--><span style="color:#0000FF"><!--/coloro-->Desabafas??? Eu também... Estou aqui: <!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--coloro:#9932CC--><span style="color:#9932CC"><!--/coloro-->maloveci@jamaicans.com<!--colorc--></span><!--/colorc-->

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Pedro Farinha » 15 May 2006 23:08

Mas eu também não concordo. esta não á a minha opinião, mas paenas a opinião de duas personagens que eu inventei ;-)

elsefire
Encadernado a Couro
Posts: 481
Joined: 05 Jan 2006 16:24
Location: Aveiro
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby elsefire » 01 Jun 2006 17:39

eu ainda sou novo, mas penso um bocado antiquado, e admito isso até com uma certa verticalidade de espírito, deve ser por isso que penso que um filho, pode ser uma âncora, é uma ancora, mesmo quando não se anda à deriva, ou quando se anda à deriva. Exactamente por aí. Porque é um amor grande, que mantém os pais firmes nos propósitos, julgo eu, que não tenho filhos. Mas um pai não daria a vida pelo seu filho? E isso é um amor que mantém tudo vivo: as ruas, as janelas, os retratos, os dedos que polvilham a face e com uma voz sedosa nos chamam pai/mãe. Se isso não é amor é o quê? E o amor é de facto uma âncora.

Mais a mais acho um texto belíssimo" Maré alta, maré vaza" uma expressaõ que me cativa
"levada pela corrente ou atirada contra escolhos"
muito bonita esta frase.

"Imagino o meu corpo a modificar-se, um filho-âncora a pesar-me o ventre"
destaco esta, porque adoro neologismos, como filho-âncora e tmabém porque é um bonita frase.

Ordie
Encadernado a Couro
Posts: 427
Joined: 29 May 2006 20:21
Location: Coimbra/Viseu
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Ordie » 01 Jun 2006 23:55

O descurso indirecto livre está fixe.

O segundo parágrafo é uma metáfora interessante, mas penso que tem mais potencial do que aquele que resulta. Não sei porquê, mas penso que uma revisão a isso seria bastante benéfica.

O terceiro tem uma imagem bastante forte e emotiva, acabando com uma retórica bastante boa.

O teu texto peca pelo terceiro parágrafo, introduzindo a questão do pai, que não é sequer abordado nos parágrafos anteriors. E o facto de tal ser introduzido sob a forma de retórica ainda torna as coisas piores, pois uma retórica é suposto fazer o leitor pensar sob um tema que já foi antes discutido. Não um que não foi sequer debatido. Ainda pior, esta retórica é a frase final do texto, que se diz conclusiva e toda-abrangedora. Definitivamente, se me perguntasses, eliminar-la-ia e arranjaria algo melhor.
He who thinks greatly must<br />err greatly.

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Samwise » 02 Jun 2006 10:21

Por baixo de uma aparente simplicidade (que se desvancendo com as leituras sucesivas) e da suavidade quase abstrata que caracteriza a ecrita nos teus trabalhos, Pedro, eis aqui o teu texto mais profundo e sentido (pelo menos para mim é sentido).

É um trabalho que fica na memório, de tão forte e belo.

Concordo com o Ordie quanto à ultima frase, contudo... aparece um bocado deslocada do resto do texto. Ou não a percebi, ou não gostei de a ver ali, pura e simplesmente.

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Pedro Farinha » 04 Jun 2006 21:08

A ideia, se calhar não muito conseguida, era que no inicío do texto a eventual futura mãe tinha a dúvida do que seria um filho e que quando consegue responder a essa pergunta uma outra lhe vem à cabeça - o que é o pai do filho dela.

Tentava assim dar uma lógica circular ao pequeno texto.

Mas acabo, ao reler, por concordar convosco que poderia ter concluído melhor. :blush:

Ordie
Encadernado a Couro
Posts: 427
Joined: 29 May 2006 20:21
Location: Coimbra/Viseu
Contact:

Re: Extracto de coisa nenhuma

Postby Ordie » 04 Jun 2006 21:30

Pedro Farinha wrote:Mas acabo, ao reler, por concordar convosco que poderia ter concluído melhor.  :blush:
[right][snapback]22469[/snapback][/right]


Pois. Parece que está na altuar de rever e editar :) :pub:
He who thinks greatly must<br />err greatly.


Return to “Pedro Farinha”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron