Canícula

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Canícula

Postby Pedro Farinha » 19 Jul 2009 15:42

Estio.

Um esforço imenso e inglório para mexer um braço ou fazer com que as duas pernas se movam em consonância. Os ponteiros derretidos do relógio arrastam-se penosamente em ciclos vãos assinalando a marcha lenta do tempo.

O calor é opressivo e escorre-me pelas costas em descidas ziguezagueantes de suor. Lentamente, aos poucos, o corpo imenso obedece-me e começa a juntar os membros dispersos. Liquefeitos. Desarticulados. E é ao sentir a quebra da inércia, o primeiro passo que levará ao seguinte e assim por diante até que eu decida interromper esta sucessão que me permito pensar noutras temperaturas.

Saudades do vento.

Saudades imensas do vento, da brisa suave com que se inicia provocando pequenos arrepios de prazer e que culmina em violento furacão para, mais uma vez, amainar em suavidades de pequenos movimentos, deslocações de ar imperceptíveis enquanto o corpo recupera da monção.

Abro o corpo ao vento. Ignoro o calor que se abate sobre mim. A violenta canícula que queima a pele sem no entanto deixar marcas. Faço-me de árvore, projecto sombras e abrigos e agito os braços numa evocação ridícula e ineficaz do verdadeiro vento que galopeia noutras paragens.

Hoje sou árvore ao sol, mas tenho a seiva sedenta da próxima brisa que a agite.

User avatar
azert
Edição Única
Posts: 2705
Joined: 14 Sep 2007 12:30
Location: Braga
Contact:

Re: Canícula

Postby azert » 20 Jul 2009 13:47

Uma boa descrição dos efeitos do calor, Pedro.

Em relação ao vento, não posso deixar de sentir que está algo para além da minha compreensão.
Image Image

Pedro Farinha
Edição Única
Posts: 3298
Joined: 03 Apr 2005 00:07
Contact:

Re: Canícula

Postby Pedro Farinha » 21 Jul 2009 21:28

azert wrote:Em relação ao vento, não posso deixar de sentir que está algo para além da minha compreensão.


O vento refresca-nos quanto o calor aperta.

Simples, não azert ? Acho que mesmo tu devias conseguir perceber :mrgreen4nw:

User avatar
Samwise
Realizador
Posts: 14974
Joined: 29 Dec 2004 11:46
Location: Monument Valley
Contact:

Re: Canícula

Postby Samwise » 21 Jul 2009 23:51

Pedro Farinha wrote:
azert wrote:Em relação ao vento, não posso deixar de sentir que está algo para além da minha compreensão.


O vento refresca-nos quanto o calor aperta.

Simples, não azert ? Acho que mesmo tu devias conseguir perceber :mrgreen4nw:



O texto tem uma habilidade subtil, sempre directo, mas sempre metáfora...

Sam
Guido: "A felicidade consiste em conseguir dizer a verdade sem magoar ninguém." -

Nemo vir est qui mundum non reddat meliorem?

My taste is only personal, but it's all I have. - Roger Ebert

- Monturo Fotográfico - Câmara Subjectiva -


Return to “Pedro Farinha”




  Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 2 guests

cron