Page 1 of 1

O campo

Posted: 26 Sep 2005 21:30
by Venom
Texto inicial:

Estava um dia bonito, céu azul, uma leve brisa no ar, no entanto naquele campo, onde a florestação dançava com a passagem da brisa, o que estava prestes a acontecer era tudo menos bonito. As tropas alinhavam-se para o combate. Um monte de expressões vazias preenchia aquele campo. A brisa acariciava os seus rostos, como a despedir-se deles, um adeus final àquelas vidas desperdiçadas. A tristeza preenchia o vazio entre eles. E de repente nuvens negras cobriram o céu, que antes era azul, em sinal de protesto. Começou a chover. A chover morte. Essa morte serviu senão para limpar lágrimas, sangue, tristeza e os restos mortais de vidas sem significado….

Texto final:

Estava um dia bonito, céu azul, uma leve brisa no ar, no entanto naquele campo, onde a florestação dançava com a passagem da brisa, o que estava prestes a acontecer era tudo menos bonito. As tropas alinhavam-se para o combate. Um monte de expressões vazias preenchia aquele campo. A brisa acariciava os seus rostos, como a despedir-se deles, um adeus final àquelas vidas desperdiçadas. A tristeza preenchia o vazio entre eles. O confronto entre as duas aldeias estendia-se há tanto tempo que já ninguém se lembrava quem tinha iniciado o conflito. A única coisa que sabiam era que lutavam pelo controlo do campo. Ambos os lados avançaram. E de repente nuvens negras preencheram o céu, que antes era azul, como em sinal de protesto. Começou a chover. Começou a chover morte. Duas massas humanas prestes a embater uma contra a outra. A chuva não atrasou o seu avanço. E num choque letal as duas massas chocaram, a chacina tinha-se iniciado. A preocupação de cada soldado era matar o maior número possível de adversários sem nunca recuar. Eliminar o inimigo e assegurar o controlo do campo. Ao fim de algum tempo de combate as duas massas atravessaram-se. Os soldados deram uma volta de cento e oitenta graus e reorganizaram as fileiras. Mais uma vez avançaram para a morte. Os que tropeçavam nos corpos dos mortos, eram quase certamente espezinhados até à morte. Continuava a chover. A chover morte. De novo os exércitos embateram e recomeçaram o que tinham iniciado à momentos atrás. A fadiga corroía-lhes o corpo, corrompia-lhes os sentidos. A chuva não ajudava, o piso lamacento atrasava-lhes os movimentos e um pé no lugar errado custava-lhes muitas vezes a vida. No entanto continuavam a combater por uma causa perdida. Os corpos despojados de vida amontoavam-se, a erva era agora vermelha. Os soldados que conseguiram sobreviver ao segundo embate já não se viraram para trás, mas continuaram em frente, em direcção a casa. A chuva limpava agora as lágrimas, o sangue, a tristeza e os restos mortais de vidas sem significado. Não havia feridos. E ninguém voltou para reclamar os corpos. Os corpos pertenciam ao campo. A mãe natureza limpava agora o seu campo, e preparava-o para outro combate ….

Re: O campo

Posted: 27 Sep 2005 11:57
by Samwise
Venom,

Uma imagem bem trabalhada e bem conseguida de um espaço temporal antes e depois de uma batalha. Um espaço que se transporta no tempo ao ritmo de uma aragem (de uma brisa, como tu dizes).

Poucas palavras para muito significado. Bem bonito.

SamW

Re: O campo

Posted: 27 Sep 2005 13:17
by Thanatos
Curto, conciso e cru. No entanto é uma ideia que pode ser muito mais expandida. Gostei mas pareceu-me pouco desenvolvido.

Re: O campo

Posted: 27 Sep 2005 14:56
by Venom
:joker: agradeço os comentarios, é de facto um texto pouco desenvolvido, mas tambem nao me apeteceu desenvolve-lo muito

Re: O campo

Posted: 27 Sep 2005 18:23
by Venom
Isso é um ultimato para desenvolver mais o conto? <_< Querem ver que tenho que o fazer? :rolleyes:

Re: O campo

Posted: 28 Sep 2005 09:50
by Samwise
And why not?

Se te der gosto, força com isso.

SamW

Re: O campo

Posted: 28 Sep 2005 13:55
by Venom
A_firma_teve commander Sam

Re: O campo

Posted: 29 Sep 2005 22:07
by Venom
E fica aqui o conto um bocado maior( e espero que melhor) :whistle:

Re: O campo

Posted: 30 Sep 2005 19:28
by Venom
:unsure: O conto ta no primeiro post so para quem nao percebeu

Re: O campo

Posted: 02 Oct 2005 10:55
by Venom
Claro que nao levo a mal :P até agradeço por teres lido mas nao me arrependo do que escrevi, e quanto ao facto de nao teres gostado so posso dizer "fica para a proxima " ;) nao se pode agradar a todos :lol:

Re: O campo

Posted: 04 Oct 2005 00:13
by Cerridwen
Gostei bastante do text(inho), do modo como os acontecimentos foram sendo descritos. :)

No entanto (tenho sempre um "no entanto", sou uma chata..) acho que o texto ainda porderia ser mais desenvolvido, inicialmente parece quase uma introdução a um texto maior. Mas isto claro, é apenas a minha opinião.

Re: O campo

Posted: 04 Oct 2005 11:59
by Samwise
Eu gostei muito do textinho inicial.

O desenvolvimento está bom, mas continuo a preferir o textinho inicial, que na sua simplicidade arrasta alguns momentos de profundidade.

Concordo com o que o Thunnder diz, mas o autor és tu e tu é que fazes as escolhas.

SamW

Re: O campo

Posted: 04 Oct 2005 12:30
by Venom
obrigado Cerridwen e Sam por terem lido, agradeço tambem os comentarios, pode ser que gostem mais do proximo :devil: